Europa começa a reabrir gradualmente seu espaço aéreo

Mas no Reino Unido, voos de curta e média distância foram cancelados. Vulcão islandês está produzindo mais lava

Por Redação em 20/04/2010

   

nao. (Foto: Divulgação)
Europa começa a reabrir gradualmente seu espaço aéreo

No sexto dia de paralisações dos serviços aéreos na Europa devido às cinzas de um vulcão da geleira de Eyjafjallajoekull, na Islândia, começou na manhã desta terça-feira (20) a reabertura gradual do espaço aéreo do continente. Autoridades preveem que entre 40% e 50% dos aviões consigam decolar. O caos aéreo , porém, ainda está longe de terminar.

Países como Alemanha, Bélgica, França, Suíça e Itália estão retomando progressivamente o tráfego aéreo. Os principais aeroportos desses países operam parcialmente. Alguns voos já decolaram de Paris, Madri e Frankfurt

Na Bélgica, o porta-voz do aeroporto de Zaventem informou que o complexo funcionará com 50% de sua capacidade. O espaço aéreo deve reabrir também na Dinamarca. Aeroportos de Áustria, Estônia, Hungria e Turquia também abriram. Finlândia, Polônia e Noruega continuam com seus aeroportos fechados.

Reino Unido

No Reino Unido, no entanto, a companhia aérea britânica British Airways anunciou o cancelamento de todos os seus voos de curta e média distância programados para esta terça por causa da erupção do vulcão islandês. Mas a empresa acrescentou que espera retomar “completa e permanente” seus voos de longa distância a partir das 16h (meio-dia no Brasil).

A companhia EasyJet também cancelou as operações no norte da Europa, mas manteve a programação para a região sul do continente.

Mais lava

O Serviço Nacional de Tráfego Aéreo constatou intensificação das erupções do vulcão e a aproximação de uma nova, embora menor, nuvem de cinzas, agora a 5.000 metros de altura. O meteorologista Bjorn Einarsson disse que o vulcão produz menos cinza e mais lava agora.

A Agência Europeia para a Segurança da Navegação Aérea (Eurocontrol) definirá ainda nesta terça uma região na qual ficará proibido voar até que diminua o nível de concentração de cinza vulcânica.

A Eurocontrol estabelecerá também um segundo espaço onde a presença destas partículas é sensivelmente menor, e, por isso, os países poderão decidir se autorizam ou não a retomada dos serviços aéreos.

Por último, uma terceira zona incluirá os países nos quais não tenham sido detectados riscos de contaminação, e, portanto, sem motivos para fechar o espaço aéreo.


Fonte: g1.com.br

   
O Portal ClicSoledade não se responsabiliza pelo uso indevido dos comentários para quaisquer que sejam os fins, feito por qualquer usuário, sendo de inteira responsabilidade desse as eventuais lesões a direito próprio ou de terceiros, causadas ou não por este uso inadequado.

Publicidade