Inter leva 3 a 1 do Banfield pela Libertadores em jogo com erros de arbitragem

Fora de casa, Inter abre com derrota as oitavas de final da Copa Libertadores 2010.

Por Bruno Quevedo em 29/04/2010
nao. (Foto: Emiliano Lasalvia - Vipcomm)
Inter leva 3 a 1 do Banfield pela Libertadores em jogo com erros de arbitragem

por Eduardo Cecconi

O Inter perdeu para o Banfield por 3 a 1, nesta noite de quarta-feira, na abertura das oitavas de final da Copa Libertadores 2010.

A partida foi disputada no Estádio Florencio Sola, em Lomas de Zamora, na Argentina.
James Rodríguez, Battión e Sebastián Fernández marcaram os gols dos argentinos. Kleber descontou para o Inter.

A arbitragem do uruguaio Jorge Larrionda foi muito criticada pelos colorados. O Inter pediu impedimento no segundo gol do Banfield, reivindicou um pênalti não marcado sobre Nei, e contestou a expulsão de Kleber.

Muita cautela

Jorge Fossati optou pela formação que já havia indicado em entrevistas na véspera. O treinador do Inter escolheu o sistema tático 3-6-1, trocando o atacante Walter pelo zagueiro Fabiano Eller.

Mas o Banfield, mesmo jogando em casa, adotou postura defensiva, apostando nos contra-ataques. Com cautela de lado a outro, os goleiros trabalharam pouco.

As chances do Inter no primeiro tempo se resumiram a chutes de fora da área, enquanto Pato teve trabalho apenas em uma cobrança de falta, parando cabeçada de López.

Jogo dos erros

O primeiro tempo se caracterizou pelos erros cometidos. Quem abriu o repertório foi o goleiro Pato Abbondanzieri, aos 19min. Ele tentou driblar um adversário, adiantou demais e entregou a bola para o Banfield.

Sem goleiro, veio o segundo erro. Ao invés de bater a gol, Erviti tocou para o lado. Ramírez recebeu e marcou, mas o auxiliar assinalou impedimento. A anulação gerou dúvidas devido ao posicionamento de Ramírez em relação à linha da bola.

Na outra área, mais um equívoco. Aos 37min, após cruzamento de Andrezinho, Nei foi derrubado em lance fora da bola. Ao invés do pênalti, o árbitro Jorge Larrionda mandou o jogo seguir.

Toma lá, dá cá

O marasmo do primeiro tempo se acabou na etapa final. Com 1min, o clone de Cristiano Ronaldo - James Rodríguez - recebeu cruzamento da esquerda e bateu forte, deixando Abbondanzieri agachado na pequena área: 1 a 0 para o Banfield.

A resposta foi rápida. Três minutos depois, Kleber marcou um golaço. Ele apanhou rebote fora da área, e com o pé esquerdo acertou o ângulo, empatando a partida: 1 a 1.

Chuveiro, banheira e confusão

A alegria de Kleber durou sete minutos. Aos 11min, ele saltou para afastar a bola, e na queda atingiu o adversário com os pés. Larrionda interpretou como agressão, embora tenha parecido um choque normal. Foi para o chuveiro mais cedo.

Dois minutos depois, mais um erro da arbitragem. Em lance de completo impedimento desde a origem, Battión recebeu livre na área. Na "banheira", o volante do Banfield fez 2 a 1, e o gol foi confirmado.

Na sequência, Fossati pediu atendimento médico, indicando que teria sido atingido por um objeto lançado pelos torcedores. O jogo parou, com muita confusão.

Desvantagem aumenta

Para piorar a situação do Inter, Sebastián Fernández ampliou para o Banfield, aos 34min. Ele pegou rebote de escanteio, e fez 3 a 1 para o time da casa.

No final, houve tempo ainda para Barraza ser expulso. Mas o time da casa sustentou a vitória por dois gols de diferença. Agora, pelo saldo qualificado, o Inter precisa vencer por 2 a 0 no Beira-Rio para passar de fase.

Próximos jogos

O Inter volta a jogar no domingo, contra o Grêmio, no clássico Gre-Nal que decide o título do Gauchão 2010. A partida está marcada para o Estádio Olímpico, às 16h. No jogo de ida, o Inter perdeu por 2 a 0, jogando em casa.
Pela Copa Libertadores 2010, o jogo de volta das oitavas de final contra o Banfield ocorre no dia 06 de maio, uma quinta-feira, no Estádio Beira-Rio

Fonte: zerhora.com

   
O Portal ClicSoledade não se responsabiliza pelo uso indevido dos comentários para quaisquer que sejam os fins, feito por qualquer usuário, sendo de inteira responsabilidade desse as eventuais lesões a direito próprio ou de terceiros, causadas ou não por este uso inadequado.

Publicidade