Grêmio vence Fluminense no Maracanã no primeiro jogo das quartas

Com placar de 3 a 2 fora de casa, Tricolor gaúcho tem vantagem para partida no Olímpico.

Por Bruno Quevedo em 30/04/2010
nao. (Foto: Fernando Soutello, Agência Estado)
Grêmio vence Fluminense no Maracanã no primeiro jogo das quartas

por Tatiana Lopes

O Grêmio saiu na frente no confronto pelas quartas de final da Copa do Brasil contra o Fluminense. Na noite desta quinta, venceu por 3 a 2, no Maracanã, e tem a vantagem para definir quem pasa para a semifinal na partida do Olímpico, na semana que vem. Com Rodrigo expulso, o Tricolor gaúcho jogou o segundo tempo inteiro com um a menos.

O Fluminense abriu o placar com Wellington Silva, mas Douglas (duas vezes) e Jonas deixaram o Grêmio na frente. Equi Gonzalez ainda diminuiu, mas a vitória ficou com os gremistas.

Fluminense sai na frente

Sem Conca, suspenso, e Fred, com indisposição estomacal, o Fluminense não se intimidou. No início da partida pressionou o Grêmio e saiu na frente no placar, com um gol aos 12 minutos.

O campo molhado por causa da chuva prejudicou a partida, ocasionando passes errados e, principalmente, muitas faltas. Antes do gol, aos três minutos, Douglas bobeou no meio-campo e o Fluminense se aproveitou. Wellington Silva foi lançado no ataque pela direita e chutou fraco para a defesa de Victor.

Aos 10, Wellington Silva arriscou da entrada da área e a bola passou por cima do gol. O primeiro chute a gol do Grêmio foi aos 11, com Willian Magrão, da intermediária, para fora.

Um minuto depois saiu o gol do Fluminense, marcado pelo substituto de Fred. Mariano cruzou da esquerda e André Lima concluiu de cabeça.

Grêmio vira

O Grêmio não se desesperou após o gol adversário. Aos 13 minutos, Jonas recebeu na entrada da área e chutou para o gol. Rafael defendeu. Aos 20 minutos veio o empate em uma grande jogada do camisa 7. Ele driblou dois marcadores e lançou Douglas. O meia chutou em cima de Gum, e no rebote marcou de cabeça: 1 a 1.

Jonas apareceu bem mais uma vez aos 24, em novo lance individual. Saiu da marcação de dois jogadores no fundo do campo e bateu para o gol cruzado. O goleiro defendeu. Aos 26, Borges colocouuma bola por cima do gol, sozinho.

A virada do tricolor gaúcho aconteceu aos 30 minutos. Jogada da dupla de ataque. Começou com Borges, que lançou Jonas pelo meio, e ele completou da entrada da área: Grêmio 2 a 1.

Victor fez uma grande defesa aos 35 minutos, em uma finalização de Wellington Silva.

Já terminando o primeiro tempo, o zagueiro Rodrigo foi expulso e o Grêmio foi para o intervalo esperando um segundo tempo inteiro para jogar com 10 homens em campo.

Grêmio amplia, mas Fluminense encosta

Grêmio e Fluminense voltaram modificados para a etapa complementar. Silas substituiu Willian Magrão por Rafael Marques e Leandro por Hugo. Muricy tirou um zagueiro e ficou no 4-4-2, com Equi Gonzales no lugar de Digão.

O Fluminense começou melhor, indo para cima do Grêmio. Mas Hugo teve uma grande chance aos 11, quando recebeu passe de Borges. de dentro da área, e atacante girou e colocou para trás para o meia mandar uma bomba. Mas ela não entrou.

Um lance duvidoso aos 17 minutos gerou discussão. Edilson entrou com pé alto em cima do adversário saindo de dentro da área. O árbitro marcou falta, na linha. Jogadores do Fluminense pediram pênalti e amarelo. Equi González cobrou por cima do gol e o Grêmio se salvou.

Aos 21, Silas fez a última torca no Grêmio: Jonas por Rochemback, com o time ficando mais recuado. E, novamente, o Fluminense passou a tomar a iniciativa na partida. A defesa do tricolor gaúcho, porém, conseguia bloquear os ataques.

E como quem não faz leva, o Fluminense sofreu mais um gol do Grêmio. Aos 27 minutos, Douglas fez o segundo do jogo e o segundo dele com a camisa treicolor, em uma bela jogada na entrada da área, saindo da marcação de dois jogadores e chutando no cantinho esquerdo de Rafael.

O Fluminense, que continuava pressionando, encostou no placar. Em uma bola alçada na área, o goleiro Victor acompanhou e caiu para o lado direito do gol, mas ela rebateu na defesa e Equi Gonzalez completou para a goleira vazia, aos 35: 3 a 2.

E a partir daí o Grêmio só levou susto até o apito final, se segurando como podia.

Fonte: zerohora.com

   
O Portal ClicSoledade não se responsabiliza pelo uso indevido dos comentários para quaisquer que sejam os fins, feito por qualquer usuário, sendo de inteira responsabilidade desse as eventuais lesões a direito próprio ou de terceiros, causadas ou não por este uso inadequado.

Publicidade