Inter estreia no Brasileirão com derrota de 2 a 1 para o Cruzeiro

Gol colorado foi assinalado por Taison, ainda no primeiro tempo

Por Redação em 10/05/2010

   

nao. (Foto: Diego Vara)
Inter estreia no Brasileirão com derrota de 2 a 1 para o Cruzeiro

O Inter estreou com derrota no Brasileirão. Jogando em casa, mas com time muito descaracterizado para preservar os titulares para os duelos das quartas de final da Libertadores, contra o Estudiantes, o Colorado amargou um placar de 2 a 1 diante do Cruzeiro. O atacante Kléber fez os dois do time mineiro, enquanto Taison fez o gol do Inter. Essa foi a terceira derrota dentro do Beira-Rio nesta temporada.

O primeiro tempo foi bastante movimentado. Armado no 3-5-2 e recheado de reservas, como a zaga formada por Ronaldo Alves, Ronaldo Conceição e Fabiano Eller, o Inter levou o primeiro gol aos 4 minutos. Numa bola alçada da esquerda para a área colorada, o árbitro Wilson Luiz Seneme marcou pênalti de Ronaldo Alves, que colocou a mão na bola. O atacante Kléber se apresentou, com direito a paradinha, e mandou para a rede.

Mas a reação foi imediata. Já na saída de bola, uma boa triangulação pela esquerda entre Kléber, Guiñazu e Giuliano. Foi do meia o cruzamento para o meio da área. Taison apareceu por ali e deixou tudo igual no placar. Por sinal, o atacante voltou a aparecer bem em uma partida, mostrando disposição e chamando a responsabilidade para si no duelo.

Kléber, o do Cruzeiro, no entanto, infernizou a defesa preparada por Jorge Fossati. Lançado, não foi alcançado a tempo por Ronaldo Alves, dominou na meia-lua e chutou rasteiro no canto de Lauro aos 36 minutos.

Os 45 minutos ainda reservaram sustos. Fábio tirou com os olhos uma recuada de bola do meio-campo por Fabrício, que resultou em escanteio para o Inter. Depois, num cruzamento à meia altura de Fabiano Eller, Thiago Heleno se antecipou e meteu o pé para afastar. O goleiro estava no lance, mas a bola acabou saindo pela linha de fundo. Já Lauro deu susto na torcida ao espalmar mal uma bola no fim do primeiro tempo. Na defesa do chute de Wellington Paulista, da intermediária, Lauro deixou a bola passar, mas acabou indo de mansinho sobre o gol.

O Cruzeiro também teve chance de aumentar o placar nos acréscimos, com o atacante Kléber, mas Fabiano Eller salvou em cima da linha. Se o placar não era favorável, a situação ficou pior por lesão. Ronaldo Conceição rompeu o tendão de Aquiles nos últimos lances da etapa inicial. Com isso, Fossati se viu obrigado a mexer no time. E não se contentou em apenas recompor a defesa para o segundo tempo.

No lugar do zagueiro, mandou a campo Wilson Mathias. Insatisfeito com o rendimento de Kléber Pereira, sacou o centroavante para o ingresso de Everton. Kléber Pereira deu um único chute a gol, facilmente defendido por Fábio. Já o reserva aproveitou melhor a oportunidade. Faltou apenas chegar ao gol de empate. Mas ao lado de Taison, deu muita velocidade ao ataque do Inter. Na busca por pelo menos mais um gol, Fossati colocou Leandro Damião também no jogo, sacando Arilton, de atuação discreta, e mandando Glaydson fazer a ala-direita.

Mas não surtiu efeito esperado, exceto quando num contra-ataque Giuliano rolou para Damião, que ingressava livre na área, empurrar a bola para dentro do gol. Porém, estava em posição de impedimento, o que levou o treinador colorado e o preparador físico Alejandro Valenzuela à loucura ao lado do auxiliar que levantou a bandeira.

CLICESPORTES

   
O Portal ClicSoledade não se responsabiliza pelo uso indevido dos comentários para quaisquer que sejam os fins, feito por qualquer usuário, sendo de inteira responsabilidade desse as eventuais lesões a direito próprio ou de terceiros, causadas ou não por este uso inadequado.

Publicidade