Toma posse a primeira mulher a chegar a presidência de uma Emater no Brasil

Por Redação em 10/05/2010

   

nao. (Foto: Divulgação)
Toma posse a primeira mulher a chegar a presidência de uma Emater no Brasil

A primeira mulher a chegar a presidência de uma Emater no Brasil tomou posse nesta segunda-feira, dia 10. É a geógrafa Águeda Marcéi Mezomo que assumiu oficialmente no último dia 26 de abril a Emater do Rio Grande do Sul. A cerimônia festiva ocorrida hoje reuniu mais de 300 pessoas na sede da Instituição, em Porto Alegre. Participaram secretários de Estado, deputados federais e estaduais, presidentes de entidades parceiras, familiares e empregados da Casa.
Caravanas com equipes de empregados dos escritórios municipais da Emater/RS de todas as regiões administrativas do Estado vieram prestigiar a cerimônia que transcorreu com o auditório da Instituição lotado. Um telão foi colocado no saguão, onde dezenas de convidados puderam acompanhar o evento.

Visivelmente emocionada Águeda falou de suas origens no meio rural, de sua formação profissional, da trajetória dentro da Extensão Rural, primeiro como extensionista de Bem-Estar Social, depois como Assistente Técnica Estadual, diretora técnica e agora presidente da Emater/RS. Ela ressaltou a parceria com o governo do Estado do Rio Grande do Sul, que segundo ela, é o diferencial que coloca a Emater/RS-Ascar em posição de destaque no Brasil. Afirmou que a Instituição hoje atende 75% dos agricultores familiares no RS e que trabalha para ultrapassar o contingente de 300 mil famílias atendidas.

Em seu discurso agradeceu à governadora Yeda Crusius pela confiança na indicação de seu nome para presidir a Emater e admitiu estar orgulhosa por ser a primeira mulher no cargo. “Em 55 anos de Emater/RS-Ascar no Rio Grande do Sul eu sou a primeira mulher a assumir a presidência. Chegar aqui é mais que uma conquista, é um marco histórico”, definiu.

A deputada estadual Zilá Breitenbach, na ocasião representando o presidente da Assembleia Legislativa, Geovane Cherini, disse que a escolha da nova presidente orgulha a todas as mulheres, mas também aos homens. “Você não está aqui porque é mulher, mas porque tem competência para desempenhar este papel e com certeza, agirá com mãos firmes e um coração amoroso”.

Já o Chefe da Casa Civil, Bercílio Silva, representando a governadora Yeda Crusius, encampou as palavras da deputada ao se dirigir a presidenta. “Faço minhas as palavras da Zilá e acrescento que além de competente és uma profunda conhecedora dos problemas do Rio Grande Rural”. Prosseguiu afirmando que o setor primário é prioridade dentro do governo do Estado porque carrega 50% do PIB gaúcho e que a escolha do nome para presidir a Emater/RS-Ascar deu-se em virtude da capacidade de gestão da nova titular.

Ao discursar o secretário estadual de Agricultura, Gilmar Tietbohl, parabenizou Águeda pela façanha de ser a primeira mulher a ocupar o cargo no Brasil e afirmou que em oito meses de governo muito ainda pode ser feito. “Não é fácil perceber a história na hora em que ela acontece, é mais fácil ler nos livros, mas um novo tempo chegou e não é mais possível voltar atrás. A partir de hoje a Águeda assume também o compromisso de mudar o Rio Grande para levá-lo ao lugar que ele merece ocupar”.

Após a leitura do currículo da nova presidente ocorreu a assinatura do Termo de Transmissão de Cargo. O documento foi assinado pela presidente da Emater/RS e superintendente geral da Ascar, Águeda Mezomo, pelo ex-presidente Mário Nascimento e pelo secretário de Agricultura, Gilmar Tietbohl. Durante o evento Águeda também recebeu flores e homenagens dos funcionários da Casa. Ao final, junto com seus pais, realizou o plantio de uma árvore nativa da família dos jacarandás, espécie mais conhecida como caroba roxa.


Desde o dia 4 de abril Águeda Marcéi Mezomo vinha desempenhando a função interinamente, concomitante ao cargo de diretora técnica, do qual é titular desde novembro de 2008. Sua escolha para presidir a Instituição oficial na prestação dos serviços de Assistência Técnica e Social e de Extensão Rural do Estado foi uma indicação da governadora Yeda Crusius e sua posse oficial ocorreu após a aprovação de seu nome pelo Conselho Técnico Administrativo (CTA) da Emater/RS e pelo Conselho Técnico Administrativo (Conad) da Ascar.

Perfil - Águeda Marcéi Mezomo é natural de Benjanim Constant do Sul, região do Alto Uruguai. Tem 37 anos e é filha da professora Eloisa Maria Savegnago e do agricultor Aquilino Mezomo. Desde cedo ajudou o pai nas lidas do campo, adquirindo familiaridade com as atividades agrícolas. Saiu de casa para iniciar o curso de magistério na cidade de Erechim. Formou-se geógrafa pela Universidade Regional Integrada do Alto Uruguai e das Missões (URI). Lecionou em escolas das redes pública e privada, no ensino fundamental e médio.
Em 1997 ingressou na Emater/RS-Ascar como extensionista de bem-estar social, passando a trabalhar com atividades de Extensão Rural no Vale dos Sinos, junto às famílias. Em 2002 tornou-se especialista em Gestão Ambiental pela Universidade da Região de Joinville (Univille).

Possui experiência em gestão ambiental, extensão rural, agronegócio e educação de jovens e adultos. Em 2007, por meio de processo seletivo interno, ascendeu ao cargo de Assistente Técnica Estadual na área de Gestão Ambiental, passando a atuar no Escritório Central da Emater, em Porto Alegre. Em 2009 tornou-se Mestre em Geografia, com ênfase em Gestão Ambiental, pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul.

Em 13 de novembro de 2008 tomou posse como diretora técnica da Emater/RS, sendo a primeira mulher a alcançar o posto na história da Instituição. Nesse período de direção inovou a forma de gestão criando e implementando, a partir dos Programas Estruturantes do Governo do Estado, as Frentes Programáticas, linhas norteadoras de ação, definidas para o biênio 2009-2010, com destaque para os programas Rio Grande Mulher, Rio Grande Jovem e Rio Grande Família.


Sua atuação como diretora técnica tem sido marcada por importantes realizações junto ao Governo do Estado, dentre as quais se destacam o impulso dado ao Programa Estadual de Irrigação (Pró-Irrigação), a criação e implementação do Programa Florestal e o Programa de Revitalização dos Recursos Naturais, além de fortalecer o convênio com a Secretaria Estadual da agricultura, pecuária, pesca e agronegócio, através da execução de projetos de cunho técnico e social. Tem trabalhado para ampliar a atuação da empresa, fortalecendo setores como a Classificação e Certificação e implantando novos serviços como Geoprocessamento. Oportunizou aos empregados cursos visando a qualificação e ascensão profissional, através de processo seletivo interno. Viabilizou processo seletivo externo, buscando ampliar as equipes com profissionais nas áreas econômica e social.

É a primeira mulher no Brasil a chegar à presidência de uma Emater, tendo assumido oficialmente o cargo em 26 de abril deste ano, após eleição e aprovação de seu nome junto ao conselho técnico administrativo/CTA da Emater e o conselho administrativo/CONAD da Ascar. Atualmente compõe também a diretoria da Federação das Associações Comerciais e de Serviços do Rio Grande do Sul (Federasul).

   
O Portal ClicSoledade não se responsabiliza pelo uso indevido dos comentários para quaisquer que sejam os fins, feito por qualquer usuário, sendo de inteira responsabilidade desse as eventuais lesões a direito próprio ou de terceiros, causadas ou não por este uso inadequado.

Publicidade