Com time reserva, Inter vence o Goiás de virada pelo Brasileirão

Em tarde de Walter, Inter faz 3 a 2 no Goiás, no Estádio Serra Dourada

Por Redação em 17/05/2010

   

nao. (Foto: Carlos Costa, Lancepress)
Com time reserva, Inter vence o Goiás de virada pelo Brasileirão

Contando com a inspiração de Walter, único titular colorado que iniciou a partida, o Inter venceu o Goiás por 3 a 2, nesta tarde de domingo. O jogo foi disputado no Estádio Serra Dourada, pela segunda rodada do Brasileirão 2010.

No primeiro tempo, o Goiás abriu 2 a 0, com Everton Santos e Amaral. Mas na etapa final, Walter marcou dois gols e sofreu um pênalti convertido por Giuliano.

Com a vitória, o Inter marca seus o Inter marca seus primeiros 3 pontos na competição. O Goiás segue sem nenhum ponto, na lanterna.

Jorge Fossati escalou um time apenas com jogadores considerados reservas - comparado com as escalações titulares do Inter nos últimos jogos pela Copa Libertadores. Walter, com a camisa 9, foi a exceção.

Duas faltas, dois gols

O primeiro tempo teve bastante velocidade, e poucas faltas. Sucedendo erros de passes, Goiás e Inter apostaram nos contra-ataques rápidos. Mas criaram pouco.

Lauro esteve seguro nas intervenções, bloqueando chutes de média distância e cruzamentos fechados. Na outra área, o goleiro Fábio trabalhou apenas em uma cabeçada de Edu. Nos demais lances colorados, assistiu aos chutes passando para fora.

Os gols saíram de jogadas semelhantes. Ambos partiriam de faltas cometidas por Juan no lado esquerdo defensivo do Inter. Aos 30min, Everton Santos aproveitou-se do rebote da cobrança, e bateu muito forte, de perna direita: 1 a 0 para o Goiás.

Onze minutos depois, em novo cruzamento para a área colorada, Amaral foi presenteado com a sobra da falta lateral, ampliando para o time da casa.

Pênalti inicia reação

No intervalo, por reclamar da arbitragem, o técnico Jorge Fossati foi expulso. Flávio Soares, auxiliar de preparação física, passou a orientar os jogadores colorados, sempre sob a supervisão do treinador, ao telefone celular.

E a reação teve início. Taison foi empurrado na área. Walter cobrou pênalti com muita violência, e diminuiu o placar para 2 a 1, aos 13min.

O Inter insistiu, regido por Giuliano. Walter recebeu do meia colorado e quase empatou em chute forte de perna esquerda. Depois, Giuliano enfileirou adversários a dribles, e caiu na entrada da área, pedindo pênalti.

O lance foi polêmico. A arbitragem marcou falta fora da área, mal cobrada pelo próprio Giuliano.

Walter, impiedoso

Depois de fuzilar o goleiro Fábio na cobrança do pênalti, Walter voltou a disparar um míssil. Desta vez, de muito mais longe.

Aos 29min, da intermediária ofensiva, Walter ajeitou a bola e bateu com força e precisão. A bola acertou o ângulo esquerdo. Um golaço, empatando a partida.

Walter assumiu a responsabilidade, e buscou a virada em jogada de craque. Ele recebeu na área, aplicou um lençol no goleiro Fábio, que derrubou o atacante colorado: novo pênalti.

Mas Walter não conseguiu pedir música no programa Fantástico, da Rede Globo - que sempre oferece esta possibilidade aos jogadores que marcam três gols em uma partida. Ele deixou o campo para atendimento médico.

Giuliano cobrou duas vezes. Na primeira, o árbitro apontou invasão de Everton e anulou a jogada. E na segunda, ele acertou novamente o canto direito, e determinou a virada do Inter: 3 a 2 sobre o Goiás, aos 37min.

Próximos jogos

O Inter volta à sua prioridade - a Copa Libertadores 2010 - às 19h45min da próxima quinta-feira, dia 20 de maio. A partida contra o Estudiantes, na Argentina, fecha as quartas de final da competição.

Pelo Brasileirão, o Inter recebe o São Paulo no domingo seguinte, dia 23 de maio, às 16h - no Estádio Beira-Rio - pela terceira rodada.

   
O Portal ClicSoledade não se responsabiliza pelo uso indevido dos comentários para quaisquer que sejam os fins, feito por qualquer usuário, sendo de inteira responsabilidade desse as eventuais lesões a direito próprio ou de terceiros, causadas ou não por este uso inadequado.

Publicidade