Turma de Ciências Biológicas da UPF Carazinho realiza viagem de estudos

Estudantes buscaram capacitação nas unidades de conservação da natureza, como o Parque Nacional da Serra Geral

Por Redação em 19/05/2010

   

nao. (Foto: Divulgação)
Turma de Ciências Biológicas da UPF Carazinho realiza viagem de estudos

Acadêmicos do curso de Ciências Biológicas da Universidade de Passo
Fundo (UPF) - Campus Carazinho – realizaram uma viagem de estudos no
último final de semana, com o objetivo de conhecer diferentes unidades
de conservação da natureza. Promovida pela disciplina de Biologia da
Conservação, a atividade também buscou mostrar aos acadêmicos a
preparação das áreas naturais para o uso público, por meio do ecoturismo
e da educação ambiental em harmonia com a conservação da natureza.

Os 23 futuros biólogos, acompanhados pelo professor Jaime Martinez,
iniciaram a viagem no dia 14 de maio pela região dos Campos de Cima da
Serra, no Parque Nacional da Serra Geral, administrado pelo Instituto
Chico Mendes para a Conservação da Biodiversidade. Criado em 1992,
buscando ampliar a área protegida de vegetação de campo conhecida por
estepe, assim como dos ambientes com floresta ombrófila mista (floresta
com araucárias) e floresta ombrófila densa (floresta atlântica), o
parque também protege impressionante biodiversidade e belezas cênicas,
como o cânyon Fortaleza. A exemplo de seu vizinho, o Parque Nacional dos
Aparados da Serra, protege territórios localizados em dois estados,
parte no Rio Grande do Sul e parte em Santa Catarina, mas com sede no
município de Cambará do Sul.

Durante o sábado (15), com apoio da secretaria de Turismo de Canela, os
estudantes realizaram um trabalho de interpretação ambiental no Parque
Turístico do Caracol, analisando a maneira pela qual uma área que recebe
milhares de turistas em determinados finais de semana pode ser preparada
para minimizar os impactos sobre a conservação da natureza. Os
acadêmicos foram acompanhados e orientados pelo próprio secretário
municipal, o biólogo Daniel Schlieper. Além das estratégias de
interpretação ambiental na condução de visitantes em áreas naturais
protegidas, os alunos tiveram noções sobre segurança do público em áreas
naturais, construção e manutenção de trilhas para o uso público, assim
como sobre a montagem de um centro de interpretação ambiental.

Com a bagagem repleta de idéias e vivências, a turma do curso de
Ciências Biológicas utilizará os conhecimentos obtidos no principal
trabalho da disciplina, que é a elaboração de um Programa de Uso Público
em áreas naturais. Nesta atividade, é realizado o planejamento de
trilhas interpretativas em ambientes naturais, ocorrendo a aplicação e
experimentação das mesmas a um grupo de pessoas da comunidade estudantil
dos municípios de origem dos acadêmicos. O trabalho busca capacitar os
futuros biólogos na missão de educação para a conservação da natureza,
resgatando valores e reconectando as pessoas com seu ambiente natural.

   
O Portal ClicSoledade não se responsabiliza pelo uso indevido dos comentários para quaisquer que sejam os fins, feito por qualquer usuário, sendo de inteira responsabilidade desse as eventuais lesões a direito próprio ou de terceiros, causadas ou não por este uso inadequado.

Publicidade