Inter se classifica para a semifinal da Libertadores com derrota para o Estudiantes

Jogando em Quilmes, na Argentina, o Inter foi derrotado por 2 a 1, nesta quinta.

Por Bruno Quevedo em 21/05/2010

   

nao. (Foto: Alejandro Pagni, AFP)
Inter se classifica para a semifinal da Libertadores com derrota para o Estudiantes

por Eduardo Cecconi

O sonho colorado de voltar à disputa do Mundial de Clubes está mais vivo do que nunca. Nesta noite de quinta-feira, em Quilmes (ARG), o Inter perdeu para o Estudiantes de La Plata por 2 a 1.

O resultado, entretanto, classifica o Inter para a semifinal da Copa Libertadores 2010 pelo saldo qualificado. No jogo de ida, o Inter havia vencido por 1 a 0. Giuliano marcou, aos 43min do 2º tempo, o gol heroico do Inter.

Nas semifinais, o Inter enfrenta o São Paulo, que passou pelo Cruzeiro. Os jogos que valem vaga na decisão estão marcados para ocorrer apenas após a Copa do Mundo da África do Sul.

Durou pouco

A vantagem obtida pelo Inter no jogo de ida não sobreviveu à pressão do Estudiantes. Em apenas um minuto, o Estudiantes marcou dois gols, reverteu a situação, e ultrapassou o Inter na disputa pela vaga na semifinal.

Contra o 3-6-1 planejado pelo técnico Jorge Fossati, Alejandro Sabella - treinador do Estudiantes - usou o 4-4-2 em duas linhas, priorizando as jogadas pelos lados. A intenção era ao mesmo tempo jogar às costas dos alas e tirar os zagueiros colorados da área.

A estratégia funcionou aos 19min. Leandro González recebeu lançamento longo. Nem Bolívar, nem Nei estavam por ali. E ele bateu com categoria, na saída de Pato: 1 a 0.

No mesmo setor, um minuto depois, Verón deu início à trama finalizada por um golaço. Pérez chutou de fora da área, e acertou o ângulo esquerdo: 2 a 0.

Mais três zagueiros

Com o 2 a 0 que lhe servia, o Estudiantes voltou do intervalo diferente. Saiu o atacante González, entrou o lateral Angeleri. E o time argentino mudou de sistema, adotando o mesmo 3-6-1 colorado.

O jogo se tornou mais lento, mas o Estudiantes não perdeu o controle da posse de bola. Pato obrigou-se a salvar o Inter em pelo menos dois lances, com Boselli e Clemente Rodríguez.

Após os 20min, a resposta de Fossati foi a saída de Nei para a entrada do atacante Walter.
Eliminação quase irreversível
Apesar da derrota por 2 a 0, o Inter pouco se arriscou. Em meia-hora da etapa final, contou apenas com uma conclusão à distância de Sandro, e com uma cobrança de falta de Andrezinho. Em ambos os lances, Orión defendeu.

Fossati fez nova troca. Giuliano substituiu D'Alessandro. Walter teve boa chance, aos 39min, mas chutou para fora. Na sequência o volante Sandro deu lugar a Edu.
Heroismo

A pressão colorada aumentou. E o
Estudiantes recuou. Aos 43min, Giuliano entrou para a história do Inter. Ele recebeu de Andrezinho, bateu cruzado, e marcou o gol colorado. O 2 a 1 classifica o Inter para as semifinais.

Após o jogo, com a eliminação, os jogadores do Estudiantes tentaram agredir os colorados. Houve muita confusão dentro do campo, e a briga se estendeu até o vestiário colorado.

Próximo jogo

Pelo Brasileirão 2010, o Inter recebe o São Paulo às 16h de domingo, no Estádio Beira-Rio.

Fonte: zerohora.com

   
O Portal ClicSoledade não se responsabiliza pelo uso indevido dos comentários para quaisquer que sejam os fins, feito por qualquer usuário, sendo de inteira responsabilidade desse as eventuais lesões a direito próprio ou de terceiros, causadas ou não por este uso inadequado.

Publicidade