Grêmio perde de virada por 3 a 1 para o São Paulo no Morumbi

Tricolor gaúcho não conseguiu aproveitar as várias chances que teve

Por Redação em 07/06/2010
nao. (Foto: Bruno Miani, Vipcomm)
Grêmio perde de virada por 3 a 1 para o São Paulo no Morumbi

Ainda cheio de desfalques, o Grêmio foi ao Morumbi enfrentar o São Paulo no último jogo antes da parada para a Copa do Mundo. O objetivo era vencer para encostar no G4 no Brasileirão. Mas quem levou a melhor foi o dono da casa. Os gremistas começaram bem e saíram na frente, com Hugo, mas os são-paulinos aproveitaram mais as oportunidades que tiveram e viraram na etapa complementar para 3 a 1, com três de Dagoberto.
Ao final da rodada, o Grêmio ficou em 13º, com oito pontos. Já o São Paulo vai para o recesso da Copa na sexta posição, com 11.

Jogo equilibrado
O Grêmio entrou em campo cheio de desfalques, mais uma vez, para enfrentar o São Paulo fora de casa. Missão complicada, mas quem saiu na frente foi justamente o Tricolor gaúcho. Bem na marcação e encontrando espaços para atacar, o time montado por Silas nesta tarde começou melhor.
Sem Adilson, suspenso, Silas também teve que mexer no meio-campo. Colocou Rochemback e Maylson de volantes e Douglas e Hugo de meias. Roberson e William seguiram no ataque. O resto do time se repetiu.
Em boa fase, Hugo compeltou do meio da grande área para o gol de Rogério Ceni após levantamento da esquerda. O meia não comemorou em respeito a seu ex-clube. Placar aberto para os visitantes no Morumbi.
Aos 12 minutos, o Grêmio se salvou de um empate. Marlos perdeu um gol feito ao receber livre um lançamento na frente de Victor. Mas ele tentou por cobertura, por cima. E o São Paulo começava a mostrar mais iniciativa. Aos 17, Dagoberto igualou o placar em uma falha da defesa gremista. Rodrigo tinha a bola dominada no fundo do campo, mas em vez de passar, ele segurou e acabou se atrapalhando. Marlos recuperou, cruzou, a bola bateu em Fernandão e Dagoberto empurrou.
O São Paulo teve uma ótima chance para virar o placar aos 25 minutos, quando Rodrigo fez pênalti, puxando Alex Silva dentro da área. Rogério Ceni cobrou no travessão e, no rebote, Hernanes chutou para fora.
O Grêmio parecia desestabilizado. Mas aos poucos foi se reencontrando. William e Hugo, em chutes fortes, obrigaram Ceni a espalmar para escanteio. O Tricolor gaúcho teve uma grande sequências de tiro de canto, enquanto o São Paulo não teve nenhum no primeiro tempo. Mas as bolas paradas não foram aproveitadas.
Aos 41 minutos, Rogério Ceni fez um milagre. Hugo cruzou da esquerda, na cabeça de Douglas. Ele subiu, cabeceou e o goleiro são-paulino caiu e tirou a bola com uma das mãos, no reflexo. Na sequência da jogada, Hugo colocou na área mais uma vez e William desperdiçou o gol, tocando para fora.
Marlos também teve boa chance aos 44, quando driblou três jogadores do Grêmio, entrou na área com a bola dominada e chutou para fora.

São Paulo consegue a virada
Como no primeiro tempo, o Grêmio começou com a iniciativa. Logo aos três minutos, Douglas teve uma chance muito boa, mas errou. A bola sobrou para ele dentro da grande área, ele tirou do marcador e chutou por cima. Por mais que o São Paulo conseguisse seus espaços, o Grêmio era melhor, mas não conseguia ser efetivo na frente.
Aos nove e aos 12 minutos, Roberson e Maylson não conseguiram aproveitar suas oportunidades. Na grande área, os dois erraram seus chutes: o primeiro mandou para fora, e o segundo teve sua finalização defendida por Ceni.
O São Paulo também mudou. O técnico Ricardo Gomes tirou Cicinho e colocou Wellington, mudando o esquema para duas linhas de quatro. O Grêmio que continuou pressionando, mas foi o São Paulo que conseguiu mostrar superioridade aproveitando suas chances.
Aos 21 minutos, Dagoberto virou o jogo. Em uma bola levantada por Hernanses com categoria na área, ela bateu nas costas de Bruno Collaço e caiu nos pés de Dagoberto, que não desperdiçou: 2x1 São Paulo.
A situação do Grêmio ficou ainda mais complicada com mais um gol de Dagoberto, poucos minutos depois. Aos 24, em um contra-ataque fulminante, Marlos saiu driblando todo mundo, entrou na área com a bola dominada, deixou Victor para trás e colocou na trave. Dagoberto pegou o rebote e completou: 3 a 1.
Nos minutos finais, com o São Paulo já vencedor, a torcida ensaiou um "olé" nas arquibancadas.
Para a volta da Copa, o Grêmio não poderá contar com Rochemback, que levou o terceiro cartão amarelo neste domingo.

ClicEsportes

   
O Portal ClicSoledade não se responsabiliza pelo uso indevido dos comentários para quaisquer que sejam os fins, feito por qualquer usuário, sendo de inteira responsabilidade desse as eventuais lesões a direito próprio ou de terceiros, causadas ou não por este uso inadequado.

Publicidade