Crédito do Plano Safra busca ampliar investimentos em armazenagem

Problema da armazenagem da produção agrícola se agrava com as safras recordes

Por Redação em 13/06/2010

   

nao. (Foto: Tadeu Vilani)
Crédito do Plano Safra busca ampliar investimentos em armazenagem

Uma das medidas anunciadas nesta semana no Plano Agrícola e Pecuário 2010/2011 e uma das ações mais bem recebidas pelos gaúchos destinará R$ 1 bilhão para o Programa de Incentivo à Irrigação e à Armazenagem com a estratégia de tentar amenizar um antigo problema do setor agrícola: a armazenagem da produção. O desafio agora é fazer com que o produtor tenha acesso fácil e rápido ao crédito, para que todo o valor oferecido seja utilizado no novo ciclo agrícola, e haja tempo suficiente para a construção de armazéns para a safra de verão.

O país tem capacidade para armazenar 90% de sua produção, enquanto o Rio Grande do Sul, em uma situação um pouco melhor, é capaz de armazenar quase 94%. Apenas 15% da produção, entretanto, é estocada nas propriedades rurais brasileiras. Para o restante, os agricultores dependem de coperativas, cerealistas ou armazéns gerais.

– Temos um déficit de 50 milhões de toneladas de armazenagem no Brasil – afirma Adriano Mallet, diretor técnico da Agrocult.

A capacidade de estocagem no Brasil, segundo o especialista, cresce em torno de 2,5% ao ano, enquanto a produção chega a aumentar de 4% a 5%. O investimento destinado à construção, adequação e manutenção de armazéns pretende ampliar de 15% para 30% esta capacidade nas propriedades rurais.

– Tendo como armazenar, o produtor fica independente para gerir o produto – explica Carlos Farias, superintendente da Companhia Nacional de Abastecimento no Rio Grande do Sul.

Para que a medida seja proveitosa já para a próxima safra de verão, entretanto, é necessário agilidade no repasse do crédito. Só para a construção de silos, são necessários, pelo menos, 90 dias. Mas é preciso também facilitar o acesso ao crédito, alerta Jorge Rodrigues, coordenador da comissão de grãos da Federação da Agricultura do Estado (Farsul). Consideração feita também por Nolci Santos, diretor financeiro da Kepler Weber:

– Se não houver um esforço por parte dos financiadores, é provável que poucos produtores tenham acesso a essas linhas na plenitude.

A novidade

> O Programa de Incentivo à Irrigação e à Armazenagem receberá investimento de R$ 1 bilhão para a construção, adequação e manutenção de armazéns no próximo ciclo agrícola.

> O objetivo é duplicar a capacidade de estocagem de produtos nas propriedades rurais no período de cinco anos.

> Produtores poderão contratar até R$ 1,3 milhão – para empreendimentos coletivos, o limite sobe para R$ 4 milhões –, a juros de 6,75% ao ano, com prazo máximo de 12 anos para pagamento (sendo três de carência).

A capacidade de armazenagem no RS:

4.258 unidades

23.082.149 toneladas

Na safra 2009/2010, a produção de grãos gaúcha chegará a 24,67 milhões de toneladas
Fonte: Conab

A evolução da capacidade de armazenagem no RS:

2001 - 18,80 milhões de toneladas

2008* - 22,49 milhões de toneladas

*Dados parciais agosto/2008

Fonte: Conab

   
O Portal ClicSoledade não se responsabiliza pelo uso indevido dos comentários para quaisquer que sejam os fins, feito por qualquer usuário, sendo de inteira responsabilidade desse as eventuais lesões a direito próprio ou de terceiros, causadas ou não por este uso inadequado.

Publicidade