O curso da saúde do corpo: Educação Física

“Se o exercício beneficia o corpo, pode trazer maravilhas à mente”

Por Bruno Quevedo em 15/06/2010

   

nao. (Foto: Bruno Quevedo)
O curso da saúde do corpo: Educação Física

O Curso de Educação Física está voltado a preparar os profissionais preocupados em valorizar o corpo, as práticas esportivas e a disposição e bem-estar do organismo, além de capacitá-los para intervir nos diferentes níveis de saúde, lazer, esporte e rendimento, através do domínio de conhecimentos culturais e étnicos.

O profissional pode optar por algumas áreas específicas, desenvolvendo atividades para recreação, para motivação e interação ao esporte.

Grade Básica do Curso de Educação Física:

• Atividade Física adaptada e Saúde
• Práticas Esportivas
• História do Esporte
• Anatomia Humana
• Fisiologia
• Psicologia
• Ortopedia
• Biologia
• Biométrica
• Primeiros Socorros


Currículos

Currículo Universidade de Passo Fundo

PUC RS- bacharel

PUC RS - licenciatura

Educação Física: aspectos favoráveis

Um mercado favorável para atuação do profissional da área de Educação Física é o de Personal Trainer. Com o crescimento dos adeptos a manter excelência no condicionamento físico e a necessidade de orientações de profissionais capacitados, torna-se indispensável a atuação do profissional da área.

Educação Física: aspectos
desfavoráveis


O nicho de mercado de atuação do profissional é bem específico, o crescimento na carreira é dificultado pelas poucas áreas de atuação, e a compatibilidade com sua atuação.

Entrevista com Lázaro Brum

O professor de Educação Física, Lázaro Alberto da Silva Brum, de Fontoura Xavier, é formado em Educação Física pela Universidade de Santa Catarina - UNISC -, pós-graduado em Musculação pela Universidade Veiga de Almeida (Rio de Janeiro). Já participou de seis congressos de Educação Física, além do Congresso Internacional de Educação Física. Fez cursos de Arbitragem em Futsal e futebol de campo, pela Federação Gaúcha e Governo do Estado, respectivamente; além do Curso de Personal Trainer/Musculação e Ginástica Laboral. Foi professor de Educação Física do Ensino Fundamental de Fontoura Xavier e Pouso Novo. Desde 1997 trabalha com a Escolinha de Futebol de Campo (ECEM - Escolinha Corpo e Mente), da qual é fundador, onde desenvolve torneios e campeonatos municipais e intermunicipais, com a participação de mais de 20 municípios. Atualmente é Coordenador Regional da Educação Adjunto da 25ª CRE e proprietário/professor da Academia ACEM (Academia Corpo e Mente), em Fontoura Xavier.

Clic- Porque você optou cursar Educação Física?
Lázaro-
Sempre gostei de esportes e atividades físicas de um modo geral. Na escola gostava das aulas de Educação Física e quando acabei o Ensino Médio, levei um ano para escolher o curso, só que o meu pai não queria que eu fizesse Educação Física, ele preferia a Medicina, mas eu optei pelo que eu gostava e gosto até hoje. Foi o caso da família querer que o filho faça uma coisa e ele querer outra, mas não adianta, devemos fazer o que se gosta.

Clic- Como era o currículo de Educação Física?
Lázaro-
Na verdade eu comecei o curso na UPF e depois pedi transferência para a UNISC, onde me formei. Na minha opinião, o currículo da UNISC era um pouco melhor, na questão dos professores, colegas, ambiente, mas isso foi naquela época. Pude aproveitar as cadeiras que fiz na UPF e a diferença não era muito grande, a maior diferença era que na UPF não havia monografia, na UNISC sim, onde inclusive o tema da minha foi sobre as Escolinhas de Futebol, já que eu trabalhava e tinha contato com esse mundo.

Clic- O curso de Educação Física tem muita prática?
Lázaro-
Na verdade é bem balanceado, tanto prático quanto teórico

Clic- Havia alguma disciplina mais difícil?
Lázaro-
Sim, anatomia, cinesiologia, biomecânica, cineantropometria eram disciplinas bem difíceis. Em cinesiologia você aprende como deve ser a execução de exercícios, por exemplo, na anatomia nós tínhamos as aulas com cadáveres, para aprender sobre a estrutura do corpo humano. No geral, a Educação Física é um curso bem difícil, mas as pessoas pensam que é fácil, e é aí que muitos desistem.

Clic- Como é a rotina?
Lázaro-
É bem cansativa durante o curso, ainda mais quando você tem que trabalhar em várias escolas diferentes, em todos os turnos.

Clic- Como é a relação dos alunos com a Educação Física?
Lázaro-
Essa é uma das disciplinas que eles mais gostam, mas sempre tem um ou dois que dizem não gostar. Geralmente eles não gostam muito da teoria, querem logo partir para a prática.

Clic- No caso de Educação Física, a melhor opção seria o curso de licenciatura ou bacharelado?
Lázaro-
Na verdade é bom atuar nas duas áreas, até pelo conhecimento que se adquire. Mas, a Educação Física habilita para muitas áreas. Você pode trabalhar como professor em escolas ou em academias, ou ainda como Personal Trainer em empresas ou oferecendo serviços particulares. Na época em que me formei o curso habilitava tanto para o bacharel quanto para licenciatura.

Clic- Como é o mercado de trabalho na área?
Lázaro -
Hoje em dia o mercado é bastante concorrido. Mas, o bom é que a Educação Física tem vários campos. Se você abrir uma academia terá uma boa área, só que os ivestimentos em equipamentos são altos e antes de qualquer coisa deve-se haver um planejamento.

Clic - O curso de Educação Física custa caro?
Lázaro -
Não é um curso muito barato e a remuneração também não é muito boa. Mas quanto a isso, sempre há alternativas a se buscar.

Clic - O que você diria a quem deseja ser um profissional da Educação Física?
Lázaro -
O aluno que desejar fazer essa faculdade deve se identificar com o curso e com qualquer outro, deve gostar de atividades físicas e esportes. É bom se ter consciência de que vai trabalhar com um ser humano e nas formas de ajudar na qualidade de vida de cada indivíduo. Enfim, a Educação Física é uma ótima área, com um bom campo de trabalho.

“Se o exercício beneficia o corpo, pode trazer maravilhas à mente”

Boa sorte a quem deseja ser o profissional da saúde e do bem-estar do físico!

   
O Portal ClicSoledade não se responsabiliza pelo uso indevido dos comentários para quaisquer que sejam os fins, feito por qualquer usuário, sendo de inteira responsabilidade desse as eventuais lesões a direito próprio ou de terceiros, causadas ou não por este uso inadequado.

Publicidade