Policiamento Ambiental trabalha para coibir crimes na região

Falta de licenciamento para utilização da flora é a principal ocorrência nas últimas semanas

Por Redação em 16/07/2010

   

nao. (Foto: Divulgação)
Policiamento Ambiental trabalha para coibir crimes na região

O policiamento ambiental, com sede em Carazinho, trabalha ativamente para coibir os crimes ambientais que acontecem na sua área de abrangência, onde Soledade está inclusa. Nas últimas semanas, a ocorrência que mais vem preocupando são as atividades de destruição da flora, que vem ocorrendo com frequência. De acordo com Sargento Grespan, toda a interferência e atividade que resulte na remoção da flora é necessária a licença ambiental junto ao órgão municipal ou estadual.

Segundo o Sargento, como em Soledade ainda não existe uma secretaria que realize este licenciamento, todos os proprietários rurais ou pessoas que residem no perímetro urbano devem buscar o órgão ambiental estadual, neste caso, o Departamento Estadual de Florestas e Árvores Protegidas com sede em Passo Fundo, a fim de buscar a licença e não cometer um crime ambiental.

Assim todos devem ter a consciência e a preocupação de cuidar do meio ambiente, pois buscando a licença ambiental, na mesma irá conter como a pessoa irá realizar a atividade e as medidas que deve adotar para sanar o impacto ambiental cometido, contribuindo assim para um desenvolvimento sustentável e em harmonia com a flora.


Fonte: Maurício Orsolin/ Rádio Cristal

   
O Portal ClicSoledade não se responsabiliza pelo uso indevido dos comentários para quaisquer que sejam os fins, feito por qualquer usuário, sendo de inteira responsabilidade desse as eventuais lesões a direito próprio ou de terceiros, causadas ou não por este uso inadequado.

Publicidade