Longe dos líderes, médios oferecem mais por menos

Sentra, Vectra e C4 ganham mais itens de série sem encarecer - e às vezes têm seus preços reduzidos

Por Redação em 17/08/2010

   

nao. (Foto: Divulgação)
Longe dos líderes, médios oferecem mais por menos

Eles têm bons equipamentos, motores potentes e até oferecem status. Com mais qualidades do que defeitos, carros como Nissan Sentra, Chevrolet Vectra e Citroën C4 ficam cada vez mais distantes dos líderes Toyota Corolla e Hyundai i30. Enquanto o sedã japonês emplacou de janeiro até os primeiros dias de agosto 32.501 unidades, o Vectra patina nos 12.338 carros vendidos – no caso do Sentra, que comercializou 3.669 veículos no mesmo período, a situação é ainda pior. Quanto ao francês, quarto colocado entre os hatches médios, sua distância para o ponteiro também é grande: 7.529 unidades, contra 20.639 do desejado modelo da Hyundai.

Mais por menos

Mas, ao contrário de outros modelos que também estão no pelotão intermediário ou até mesmo lá atrás na tabela, esses três têm se mexido para conquistar mais consumidores. O mais esforçado é justamente o mais tímido nas vendas. Sétimo colocado no ranking, o mexicano com ascendência japonesa teve sua lista de equipamentos sensivelmente evoluída: mesmo a versão de entrada já conta com computador de bordo e novo CD player, com MP3, seis alto-falantes e cabo para conexão com iPod. Na topo de linha, SL, há câmera traseira para auxílio em manobras.

E a Nissan não só incrementou a oferta de equipamentos do sedã, como também baixou seus preços: as configurações S e SL ficaram R$ 1.700 mais baratas, custando agora R$ 63.290 e R$ 71.290, respectivamente – o catálogo de entrada permanece nos R$ 54.990. Sob o capô, todas as versões são equipadas com um motor 2.0 16V flex, de 143 cv, acoplado a um câmbio manual de seis marchas ou automático, do tipo CVT.

Garantia de três anos

Outrora líder do segmento, hoje o Vectra não consegue passar Corolla e Civic – os japoneses alternam entre si a liderança do segmento, mas o Chevrolet não sai da terceira colocação. A linha 2011 do veterano passa a contar (tanto no hatch quanto no sedã) com ar condicionado digital e airbag duplo de fábrica em todos os modelos, equipamentos que estavam disponíveis apenas a partir das versões intermediárias. E no caso da configuração Elegance, ABS com EBD, computador de bordo e sensor de chuva passam a ser itens de fábrica. Para o hatch, a Chevrolet oferece rodas de 17 polegadas nas versões do meio.

Quem comprar um Vectra 2011 ainda contará com garantia de três anos, sem limite de quilometragem. Assim como o Sentra, o Vectra teve seus valores levemente reduzidos: R$ 56.967 (Expression), R$ 57.006 (GT), R$ 62.289 (Elegance), R$ 66.933 (GT-X) e R$ 75.414 (Elite).

Nova versão, novo pacote

Na Citroën, a novidade é o C4 Exclusive Sport, que substitui a Exclusive no catálogo do hatch. Custando a partir de R$ 60.900, a novidade agrada seu dono com faróis de xenônio auto-direcionais, sistema ESP com ASR, detector de obstáculos traseiro e dianteiro e, no caso do modelo com transmissão automática, espelhos retrovisores rebatíveis.

As versões de entrada, que partem de R$ 53.400, também ganham mais itens de série e opcionais antes indisponíveis, como sensores de chuva e crepuscular, computador de bordo, piloto automático e seis airbags, só para citar os principais.

Vectra, Sentra e C4 não são referências no segmento de médios. Mas têm grande apelo – seja visual, comercial ou mecânico – que deveria lhes render mais fãs. A oferta maior de equipamentos e novas políticas de preços podem não garantir posições superiores no ranking, mas são, sem dúvida, uma combinação bem interessante.


Fonte: ig.com.br

   
O Portal ClicSoledade não se responsabiliza pelo uso indevido dos comentários para quaisquer que sejam os fins, feito por qualquer usuário, sendo de inteira responsabilidade desse as eventuais lesões a direito próprio ou de terceiros, causadas ou não por este uso inadequado.

Publicidade