Preservação florestal atinge diretamente produtores de Soledade

Com um maior cumprimento da legislação ambiental, produtores buscam produzir dentro da lei

Por Redação em 10/09/2010
nao. (Foto: Reprodução)
Preservação florestal atinge diretamente produtores de Soledade

Com uma mata denominada ombrófila mista, com a presença de espécies caducas, que caem as folhas, e outras que não caem, como caboatã, angiquinho, canelas e araucárias, existem diversas pequenas áreas de preservação em Soledade, que estão averbadas e até mesmo uma área pertencente ao município próximo ao rio Fão, na divisa com Fontoura Xavier, totalmente reflorestada com espécies nativas da região.

Segundo Maristela Pederiva, Engenheira Agrônoma da Prefeitura de Soledade, existe ainda, no município o predomínio das matas de galerias, que chegam a 30% da área total.

Com esta vasta extensão de mata nativa, desperta o interesse por madeireiras atuarem no município, só em Soledade existem 5 em atividade, destas 3 licenciadas e outras 2 com o licenciamento em fase final, e que possuem áreas próprias de reflorestamento, contudo, segundo Maristela, a maior preocupação com a preservação florestal tem atingido diretamente os produtores rurais, no que diz respeito a conservação e licenciamentos de áreas, tanto matas como campos, destinadas a lavouras. Com um maior cumprimento das leis ambientais, por parte dos órgãos fiscalizadores, os produtores, dentro do possível estão se adequando a legislação.

A responsabilidade pela fiscalização dos crimes ambientais em Soledade é da Patrulha Ambiental da Brigada Militar de Carazinho, e nos últimos anos não existem registros de crimes ambientais, e até mesmo de desmatamentos em grandes escalas. Conforme Maristela a preocupação com a preservação e conservação melhorou, contudo há alguns anos atrás houve muita degradação.


Fonte: cristal.am.br

   
O Portal ClicSoledade não se responsabiliza pelo uso indevido dos comentários para quaisquer que sejam os fins, feito por qualquer usuário, sendo de inteira responsabilidade desse as eventuais lesões a direito próprio ou de terceiros, causadas ou não por este uso inadequado.

Publicidade