Produção aviária rende R$ 1,6 milhões por ano aos produtores de Soledade

Segundo as informações da Secretaria de Agricultura existem hoje no município 60 aviários em atividade

Por Redação em 22/09/2010

   

nao. (Foto: Divulgação)
Produção aviária rende R$ 1,6 milhões por ano aos produtores de Soledade

A produção aviária em Soledade concentra-se em 60 aviários localizados nas comunidades da Raia da Pedra e Pinhal, com o predomínio de pequenas propriedades de no máximo 2 aviários cada. A produção anual de 4,2 milhões de frangos do município se destina ao abate, e a maioria dos produtores trabalham com a empresa Brasil Foods.

Segundo o Secretário da Agricultura de Soledade, Edson Ivo Stecker, esta atividade é muito importante para o município, tanto na arrecadação de ICMS, como na fixação das famílias no campo, além de agregar valor a propriedade rural com as tecnologias utilizadas nos aviários.

De acordo com informações do Escritório da Emater em Soledade, os produtores comercializam aproximadamente R$ 1,6 milhões por ano, gerando uma renda média de R$ 4 mil por lote a cada 60 dias. No entanto, segundo o produtor Vilmar Brunhera, que trabalha há 16 anos nesta atividade, o período não é bom, mas a atividade ainda pode ser considerada rentável e garantida.

Na maior parte das propriedades, além da produção aviária, trabalha-se também com a pecuária leiteira e a produção de grãos, onde é utilizado a cama do aviário como adubo orgânico, reduzindo custos e agregando valores a propriedade.

Para o Secretário Stecker, os produtores de Soledade possuem tradição com aviários, e mesmo com os diversos períodos de crise que o setor enfrentou, conseguiram se manter na atividade. Stecker destaca ainda que além de ser uma renda garantida ao produtor, existem perspectivas de expansão, e o poder público está trabalhando neste sentido.

Com esta busca de novas empresas que atuem no setor em Soledade, fica evidente a necessidade da criação de núcleos de produtores, o que facilitaria para a indústria e permitiria um melhor desenvolvimento, reduzindo custos, especialmente de deslocamento, no entanto, o custo de implantação e as exigências são considerados alguns dos fatores que afastam novos produtores de entrarem nesta atividade.


Fonte: cristal.am.br

   
O Portal ClicSoledade não se responsabiliza pelo uso indevido dos comentários para quaisquer que sejam os fins, feito por qualquer usuário, sendo de inteira responsabilidade desse as eventuais lesões a direito próprio ou de terceiros, causadas ou não por este uso inadequado.

Publicidade