Beber líquidos quando se está doente realmente ajuda?

Especialista explica por que os médicos recomendam a ingestão de líquido ao longo de todo o curso de uma doença

Por Redação em 27/09/2010

   

nao. (Foto: Divulgação)
Beber líquidos quando se está doente realmente ajuda?

Quem já ficou doente alguma vez na vida sabe que a recomendação de repouso e muito líquido está presente em praticamente todos os conselhos médicos a respeito da grande maioria das doenças, especialmente as infecções.

Beber mais água ou outros líquidos pode ajudar uma pessoa doente. Mas isso não ocorre porque a água “lava” os germes da corrente sanguínea, como muitas pessoas costumam acreditar. Os líquidos são recomendados para manter o doente hidratado, explica a Dra. Shari Midoneck, especialista do Centro Médico NewYork-Presbyterian/Weill Cornell, nos Estados Undidos.

Uma pessoa com febre, diarreia, ou vômitos está perdendo fluidos que precisam ser repostos, esclarece ela. Um paciente que não bebe líquidos suficientes para repor as perdas pode ficar hipotenso. Isso significa que a pressão sanguínea fica anormalmente baixa – e pode, em casos mais graves, gerar desmaios.

“Os fluidos não limpam bactérias ou vírus do sangue”, aponta ela. “Somente antibióticos ou o tempo podem fazer isso”.


Leia também
Hidrate-se no inverno
Chá: receita natural que ajuda a dormir
Isso não significa que o poder de purificação dos fluidos não seja importante, afirma Midoneck, especialmente em tipos específicos de infecções.

“No caso de infecções urinárias”, explica ela, “beber muito líquido manterá as coisas em funcionamento na via urinária, e pode potencialmente evitar infecções ao arrastar bactérias que poderiam ter aderido à parede da bexiga”.


Fonte: ig.com.br

   
O Portal ClicSoledade não se responsabiliza pelo uso indevido dos comentários para quaisquer que sejam os fins, feito por qualquer usuário, sendo de inteira responsabilidade desse as eventuais lesões a direito próprio ou de terceiros, causadas ou não por este uso inadequado.

Publicidade