UPF recebe resultados da avaliação trienal da Capes para programas de pós-graduação

Os sete cursos de mestrado e o doutorado em Agronomia foram avaliados

Por Redação em 28/09/2010
nao. (Foto: Arquivo UPF)
UPF recebe resultados da avaliação trienal da Capes para programas de 
pós-graduação

A Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes)
tornou públicos os resultados da avaliação trienal de desempenho dos
programas de pós-graduação e cursos que integram o Sistema Nacional de
Pós-Graduação (SNPG). Os índices são atribuídos pelo triênio 2007/2009 e
servem como renovação e reconhecimento dos programas para o triênio
subseqüente, 2010/2012.

Os sete programas de pós-graduação stricto sensu mantidos pela UPF foram
avaliados a partir dos quesitos: proposta do programa; corpo docente;
corpo discente, teses e dissertações; produção intelectual e inserção
social. Todos receberam avaliações positivas: Agronomia, Educação e
Letras mantiveram o conceito 4 e Engenharia, Envelhecimento Humano,
História e Odontologia, o conceito 3.

Ao parabenizar os docentes e alunos de todos os programas avaliados, o
vice-reitor de Pesquisa e Pós-Graduação Leonardo José Gil Barcellos
destacou a importância da pós-graduação e da pesquisa no contexto
institucional. Ele também enfatizou o desejo de ampliar a oferta de
cursos e a necessidade de investimentos constantes, que possam garantir
os níveis de qualidade exigidos pela Capes.

O coordenador do Programa de Pós-Graduação em Agronomia, professor
Vilson Antonio Klein, acredita que num contexto de avaliação cada vez
mais rígido, onde inúmeros programas na área das ciências agrárias
tiveram seus conceitos reduzidos, a manutenção do conceito 4 para o
PPGAgro demonstra que a UPF tem conseguido atender aos critérios da
Capes. “O PPGAgro está consolidado, tendo durante o mês de setembro sua
150ª defesa de dissertação de mestrado e 20ª defesa de tese de
doutorado, com uma excelente empregabilidade dos nossos egressos”, destacou.

De acordo com o professor Eldon Henrique Mühl, a nota 4 obtida pelo
Programa de Mestrado em Educação é a máxima possível, considerando que a
Área de Educação da Capes tomou a decisão de não atribuir nota superior
a 4 para programas que mantém exclusivamente curso de mestrado, que é o
caso do programa da UPF. “O desafio para o próximo triênio é a criação
do curso de doutorado, a qualificação ainda maior da produção científica
e a ampliação da publicação em veículos altamente qualificados pelos
critérios da Capes”, lembrou o coordenador.

Na opinião do coordenador do Programa de Pós-Graduação em Letras,
professor Miguel Rettenmaier, o curso de mestrado agrega à sua proposta
pelo menos três aspectos que o distinguem. Em primeiro lugar, conta com
uma relevante produção científica, tanto da parte dos professores,
quando da parte dos alunos. Em segundo, é qualificado por uma
infraestrutura diferenciada, que é composta por um laboratório
multimidial de leitura, o Centro de Referência de Literatura e
Multimeios - Mundo da Leitura, e pelo Acervo Literário de Josué
Guimarães. “Além disso, o Mestrado em Letras da UPF articula-se como um
Programa de importante impacto social e comunitário, o qual se
representa pela realização das Jornadas Literárias de Passo Fundo,
movimentação cultural que envolve toda uma pluralidade de ações
inovadoras, estabelecidas no ideal de formar leitores críticos e
esteticamente sensíveis”, pontua Rettenmaier.

No site da UPF estão disponíveis mais informações sobre todos os cursos
de mestrado e sobre o doutorado em Agronomia. Dúvidas e informações
sobre seleção também podem ser esclarecidas junto à Divisão de
Pós-Graduação, pelo telefone (54) 3316 8372.

   
O Portal ClicSoledade não se responsabiliza pelo uso indevido dos comentários para quaisquer que sejam os fins, feito por qualquer usuário, sendo de inteira responsabilidade desse as eventuais lesões a direito próprio ou de terceiros, causadas ou não por este uso inadequado.

Publicidade