Conheça melhor os premiados do Nobel 2010 na área de Ciência

O prêmio reconhece a importância de estudos em várias áreas do conhecimento e é considerado o mais importantente do mundo

Por Redação em 08/10/2010

   

nao. (Foto: Divulgação)
Conheça melhor os premiados do Nobel 2010 na área de Ciência

A história da criação do prêmio Nobel começa há exatos 114 anos, em 1896, com a morte do inventor e homem de negócios sueco Alfred Nobel. Em seu testamento Nobel, que nunca se casou nem teve filhos, deixou a maior parte de sua fortuna para dar prêmios para as pessoas que tenham feito o melhor para a humanidade nos campos da física, química, fisiologia ou medicina, literatura e paz – o Nobel de Economia foi criado anos depois, em 1968, pelo Banco Central da Suécia em memória de Alfred Nobel.

O intrincado mundo do Prêmio Nobel

Os primeiros prêmios Nobel, no entanto, foram dados apenas em 1901. A demora foi devido a uma briga de parentes pela herança – que não era pequena – de Nobel. Na época de sua morte, ele tinha 355 patentes e era um dos homens mais ricos da Europa. Sua fortuna veio principalmente da criação da dinamite, o que o levou a ter mais de 90 fábricas espalhadas por 20 países produzindo explosivo que, entre outras coisas, era usado na indústria da construção para abrir túneis e fazer escavações. A criação da dinamite, porém, custou caro a Nobel. Em um de seus experimentos em 1864, o material explodiu, destruindo sua fábrica e matando seu irmão mais novo, Emil – Alfred era o terceiro filho e tinha dois irmãos mais velhos.

Neste ano, cinco cientistas foram laureados. Os prêmios de Física e Química foram divididos por dois e três pesquisadores, respectivamente. Os estudos premiados foram a criação do método de fertilização in vitro - que desde 1978, permitiu o nascimento de de 4 milhões de pessoas -, técnica para formar moléculas de carbono e os experimentos com grafeno - material mais fino e duro que existe.

IgNobel: o prêmio que ninguém quer ganhar

Em 2010, aconteceu uma novidade engraçada. Um dos ganhadores do Nobel de Física, Andre Geim, já havia ganho o Ig Nobel, em 2000, prêmio dado às experiências que primeiro fazem as pessoas rirem e depois pensaram. A honraria havia sido dada pela experiência de fazer um sapo levitar usando magnetos. Agora, Geim levou o Nobel por experiências com o material grafeno metade do cheque de US$ 1,5 milhão -- a outra metade foi para o co-ganhador do prêmio Konstantin Novoselov.

Os juízes da ciência
Os ganhadores do Nobel são escolhidos por Comitês que fazem a seleção a partir de indicações dadas por pessoas reconhecidamente qualificadas para tal. Não é possível se auto-nomear para o prêmio e nem mesmo os ganhadores sabem a priori que irão levá-lo. O aviso é dado poucos minutos antes do anuncio, o que já gerou situações hilárias. O Nobel de Física de 2004, Franz Wilczek estava no banho na hora do telefonema e atendeu ao chamado como veio ao mundo. Já o australiano Barry Marshall, Nobel de Fisiologia ou Medicina, em 2005, estava tomando uma cerveja com seu colega J. Robin Warren (que levou o prémio junto com ele) na hora que recebeu a ligação. E James Mirrlees, ganhador do Nobel de Economia em 1996, pediu educadamente uma comprovação, afinal além da honraria estava levando um cheque de cerca de US$ 1,5 milhão -- valor dado pelo Nobel para cada um dos prêmios que outorga.


Fonte: ig.com.br

   
O Portal ClicSoledade não se responsabiliza pelo uso indevido dos comentários para quaisquer que sejam os fins, feito por qualquer usuário, sendo de inteira responsabilidade desse as eventuais lesões a direito próprio ou de terceiros, causadas ou não por este uso inadequado.

Publicidade