Milionário da Mega Sena é de São José do Herval

Sortudo, assim que soube do prêmio, se escondeu em Porto Alegre.

Por Redação em 11/10/2010

   

nao. (Foto: Mauro Vieira / clicRBS)
Milionário da Mega Sena é de São José do Herval

O novo milionário brasileiro, ganhador da bolada de R$ 119 milhões da Mega Sena sorteada na quarta-feira passada, é um pequeno empresário, tem 66 anos e mora em São José do Herval, no Vale do Taquari. Até saber do prêmio, o criador de porcos e dono de um frigorífico estava endividado.

São José do Herval fica a 20 quilômetros de Fontoura Xavier, cidade onde foi feita a aposta, e tem 2,5 mil habitantes. O mistério sobre o milionário começou a se dissipar a partir de informações de um amigo do sortudo. Ele confirmou que o pequeno empresário, assim que conferiu o resultado da Mega Sena, escondeu-se em Porto Alegre. Desde então, procura comprar imóveis e veículos à vista, para trazer até a Capital os parentes que ficaram em São José do Herval.

Zero Hora – que mantém o nome do novo milionário no anonimato a pedido de conhecidos, pois ele já expressou o temor do assédio de pedintes e mesmo de ladrões – presenciou uma ligação feita ao sortudo. No viva-voz do celular, o empresário confirmou ser o vencedor do prêmio.

– O problema é se eu aparecer com esse dinheiro, o que vão dizer? – afirmou o novo milionário, ao celular.

O pequeno empresário dá duro desde jovem. Perdeu o pai ainda criança. Com dinheiro da criação, construiu o frigorífico e dali tirou o sustento para os irmãos, os dois filhos e a filha, hoje adultos. Dois deles ajudam na empresa. O empresário revelou a parentes que tem o hábito de tentar a sorte semanalmente. Agora, a primeira preocupação é saldar as dívidas.

A história de que o empresário é o vencedor da Mega Sena se espalhou na região. Se uma faísca fosse ateada em São José do Herval, ela pegaria fogo. Pudera. O orçamento anual da prefeitura é de R$ 7 milhões. O prêmio é 16 vezes maior. Com uma verba dessas, sobraria dinheiro para construir pontes levadas pelas enxurradas do verão passado. E para o calçamento, tão escasso.

A cidade vive de minifúndios, onde se cria porcos e aves e se planta verduras. Nos bares, o domingo é de carteado – canastra ou truco. Os velhos jogadores, entre um trago e outro de caninha ou graspa, só têm um assunto: quando chegará a vez deles ganharem uma bolada. E o que o vencedor da Mega Sena fará pela cidade.

Todos os ouvidos por Zero Hora estimam o vencedor da bolada. Dizem que ele está muito endividado, sem condições de pagar os empregados, e a primeira missão será honrar esses compromissos. Depois vai sobrar para ajudar o município, brincam. Os familiares do sortudo estão, ao mesmo tempo, eufóricos e temerosos. Partilham do sonho do parente, mas temem uma invasão de pedintes ou ladrões. Por isso, não descartam sumir por uns tempos da região.

Renda anual dos habitantes do município é de R$ 17 mil

Fica nos altos da Serra Geral, na subida da Depressão Central (que engloba Porto Alegre) para o Planalto Médio. Está situada a 680 metros de altitude. Nesse município o sol se põe, na primavera, por volta das 18h, quando ainda é dia claro na Capital. Culpa dos morros, obstáculos à luminosidade.

A compensação vem por meio da geografia, belíssima. Montanhosa e coberta de árvores. Como indica o nome, a erva-mate sempre foi viga mestra na economia da região. Agora, os habitantes também se dedicam à colheita de batatas, feijão e milho. Criam porcos e aves, porque gado é quase impossível, em função do terreno acidentado.

São José do Herval tem 2.568 habitantes. A renda anual de cada um dos habitantes fica, em média, em R$ 17 mil. Menos que os R$ 28 mil que deverá render, por dia, o prêmio da Mega Sena ganho por um dos cidadãos do município – só em juros.

Carlos Wagner e Humberto Trezzi - ZERO HORA

   
O Portal ClicSoledade não se responsabiliza pelo uso indevido dos comentários para quaisquer que sejam os fins, feito por qualquer usuário, sendo de inteira responsabilidade desse as eventuais lesões a direito próprio ou de terceiros, causadas ou não por este uso inadequado.

Publicidade