Termo de Cooperação vai viabilizar a realização de curso de especialização

A atividade dará continuidade a um convênio anterior onde mais de 300 técnicos estão sendo capacitado em todo o Estado

Por Redação em 20/10/2010

   

nao. (Foto: Divulgação)
Termo de Cooperação vai viabilizar a realização de curso de especialização

Foi assinado hoje (19) um Termo de Cooperação, entre Emater/RS-Ascar eo Serviço Nacional de Aprendizagem do Cooperativismo do RS, para a realização do Curso de Especialização em Gestão de Cooperativas. Participaram do ato a presidenta da Emater/RS, Águeda Marcéi Mezomo, presidente e o assessor de Formação Cooperativa do SESCOOP/RS, respectivamente, Vergílio Frederico Perius e Silvino Wickert, também da Emater/RS-Ascar o gerente Técnico Estadual, Flávio Calcanhoto, a coordenadora do Núcleo de Desenvolvimento Social, Magda Tonial, do assistente técnico estadual de associativismo e cooperativismo, Sérgio Barbarena.

O curso terá 390 horas/aula, acontecerá em Porto Alegre, e terá a participação de 30 profissionais da Emater/RS-Ascar. A atividade dará continuidade a um convênio anterior onde mais de 300 técnicos estão sendo capacitado em todo o Estado.

A presidenta da Emater/RS ressaltou o significado da parceria para a qualificação do trabalho realizado junto às famílias de agricultores no Estado. "A formação permanente dos nossos técnicos visando o aperfeiçoamento na prestação dos serviços de ATER é uma prioridade na instituição. O cooperativismo vem ganhando força no estado e precisamos estar preparados para bem atender esta demanda", disse.

Para o presidente da SESCOOP/RS, Vergílio Perius, a meta é a formação profissional em cooperativismo. “O curso terá uma visão transversal e nosso foco será preparar recursos humanos para serem multiplicadores na organização dos produtores”, afirmou Perius.

   
O Portal ClicSoledade não se responsabiliza pelo uso indevido dos comentários para quaisquer que sejam os fins, feito por qualquer usuário, sendo de inteira responsabilidade desse as eventuais lesões a direito próprio ou de terceiros, causadas ou não por este uso inadequado.

Publicidade