Aberto oficialmente o Natal Brilha Soledade 2010

Devido a chuva abertura aconteceu no Centro Cultural

Por Redação em 22/11/2010
nao. (Foto: Mariana Teixeira)
Aberto oficialmente o Natal Brilha Soledade 2010

Iniciou na noite deste domingo, 21/11, as comemorações do Natal Brilha Soledade 2010, a abertura estava prevista inicialmente para acontecer na Praça Central, porém devido a chuva, foi transferida para o Centro Cultural.

Um grande público esteve prestigiando a programação da abertura das comemorações do natal no município, que tem como tema “Natal dos Presépios”, e tiveram a oportunidade de conferir apresentações do Coral Municipal, das oficinas da Rede Municipal de Ensino, e do espetáculo “O mágico de Oz”. Como muitas pessoas não conseguiram acompanhar a apresentação do teatro, foi feita uma segunda apresentação após o encerramento da abertura oficial, contemplando aqueles que enfrentaram a chuva da noite de domingo.

Conforme a Secretária de Educação Cultura e Desporto de Soledade, Élia Picolli Valendorff, a abertura superou todas as expectativas da organização, e o grande público que esteve presente até mesmo surpreendeu a todos. A Secretária destaca ainda a continuidade da programação do Natal 2010 em Soledade que se estende até o dia 06/01/2011, com encerramento oficial, no entanto muitas atividades serão desenvolvidas até lá, com destaque para a Orquestra Sinfônica de Porto Alegre, que realiza uma apresentação no Palco Jesus Marodin no dia 30/11.

Para o Prefeito de Soledade, Gelson Cainelli, a população deu a resposta aos chamamentos, porém também precisa prestigiar as demais atividades da programação deste ano, além disso é importante que a comunidade e comércio façam a decoração, para embelezar ainda mais o município, atraindo os olhares de toda a região.


Fonte: cristal.am.br

   
O Portal ClicSoledade não se responsabiliza pelo uso indevido dos comentários para quaisquer que sejam os fins, feito por qualquer usuário, sendo de inteira responsabilidade desse as eventuais lesões a direito próprio ou de terceiros, causadas ou não por este uso inadequado.

Publicidade