Projeto transforma a vida de adolescentes internos do Case

Através de oficinas profissionalizantes, os jovens apreendem a arte do corte de cabelo

Por Redação em 24/11/2010

   

nao. (Foto: Divulgação)
Projeto transforma a vida de adolescentes internos do Case

O Projeto Tesourinha Cidadã, desenvolvido pela IMED e Titto Cabelereiro e Estética, está transformando a vida dos adolescentes internos no Centro de Atendimento Socioeducativo (Case) de Passo Fundo. Através de oficinas profissionalizantes, os jovens apreendem a arte do corte de cabelo.

Nesta segunda-feira (22/11), nove adolescentes, privados de liberdades, receberam certificado pela participação em curso de cabelereiro. A Coordenadora da Escola de Direito da IMED, Me. Thaise Nara Graziottin Costa, o cabelereiro Titto, a Psicóloga do Case, Vera Lúcia Biasin e a Assistente de Direção do Case, Jane Carneiro Lima realizaram a entrega dos certificados.

As aulas do curso começaram dia 09 de agosto e encerraram no dia 22 de novembro. As aulas foram ministradas pelo cabelereiro Titto, e acompanhadas permanentemente por acadêmicos da IMED e funcionários do Case. O Projeto Tesourinha Cidadã é coordenado pelo professor da IMED, Dr. Mauro Gaglietti.

A Coordenadora da Escola de Direito, Me. Thaise Nara Graziottin Costa, salienta a importância do projeto. “Hoje é um dia especial para todos esses jovens que participaram do projeto ‘Tesourinha Cidadã’, pois a partir de agora eles poderão ter uma profissão. Mesmo que muitos deles não venham a usar esse conhecimento específico, certamente a conduta levada durante o Projeto os guiará para um futuro profissional. Todos nós devemos agradecer aos monitores e ao Titto pelo tempo demandado na formação e na realocação desses meninos na sociedade”.

A acadêmica do VIII nível da Escola de Direito da IMED e monitora do projeto, Kenya Ianistky, destaque que o projeto possibilitou um contato direto com os jovens do Case. “Todos eles foram receptivos e descontraídos conosco. Esse contato é interessante porque, enquanto eles estão aqui participando das aulas, não ficam por aí desocupados, com a mente parada. Eu fui muito bem acolhida por todos eles, o que mostra que o contato com o mundo fora do Case é necessário e positivo para todos eles”.

Já a Assistente de Direção do Case, Jane Carneiro Lima, frisa que os cursos profissionalizantes, oferecidos aos internos, apresentam novas perspectivas para cada um desses jovens. “Temos vários projetos que visam à formação profissional, porque nós lidamos com todo o processo de ressocialização deles na sociedade”.

   
O Portal ClicSoledade não se responsabiliza pelo uso indevido dos comentários para quaisquer que sejam os fins, feito por qualquer usuário, sendo de inteira responsabilidade desse as eventuais lesões a direito próprio ou de terceiros, causadas ou não por este uso inadequado.

Publicidade