O que faz de um clássico um clássico?

Saiba o que esses filmes têm a mais

Por Redação em 08/12/2010

   

nao. (Foto: Reprodução)
O que faz de um clássico um clássico?

É comum um crítico de cinema tachar grandes clássicos como “perfeitos”, “os melhores do ano” e outros adjetivos aumentativos. Muitas vezes ao assistir um filme, mesmo sem saber, é possível notar os elementos de narrativa comuns a todos os filmes, mas também aqueles que são feitos com maestria.

Não necessariamente, contudo, um filme considerado “clássico” é bom. Isso pois o que leva os críticos a considerarem um clássico como um clássico depende de coisas além da qualidade técnica.

Por exemplo: é inegável dizer que filmes de peso como “Bons Companheiros”, “Apocalypse Now”, “O Poderoso Chefão” e o recente “A Origem” são clássicos. Porque, muito além do roteiro, da fotografia, da direção, das atuações, figurino, trilha sonora etc, estes filmes, como tantos outros, marcaram uma época. Pode não ser a sua ou a minha época. Pode ser uma época de feitos heroicos ou de um passado negro.

Isso também não quer dizer que filmes futuristas não podem ser considerados clássicos – vide “Blade Runner”, a trilogia primeva de “Star Wars”, “De Volta para o Futuro” etc. Um clássico não necessariamente nasce um clássico, mas definitivamente independe do gênero, da qualidade da filmagem ou do estilo cult ou mais popular de cinema.

O clássico diz respeito à época, aos interesses políticos, ao estilo de vida, enfim, aos costumes de certa sociedade, determinada por uma época específica. Como negar que o interessante “Ricardo III”, que tem Al Pacino como diretor, é um clássico? Apesar de ser uma montagem específica sobre o conto de Shakespeare, é um retrato importante sobre a época dos atores que o interpretaram e, principalmente, a maneira como a história foi adaptada.

Por mais sutil que possa ser, o clássico representa a própria sociedade em que vivemos, com seus vícios, nobilidades, heroísmos e podridões.


Fonte: terra.com.br

   
O Portal ClicSoledade não se responsabiliza pelo uso indevido dos comentários para quaisquer que sejam os fins, feito por qualquer usuário, sendo de inteira responsabilidade desse as eventuais lesões a direito próprio ou de terceiros, causadas ou não por este uso inadequado.

Publicidade