Conheça os piores sapatos para os seus pés

Salto alto não é o grande vilão, dizem especialistas

Por Redação em 09/12/2010
nao. (Foto: Divulgação)
Conheça os piores sapatos para os seus pés

O maior inimigo dos pés das mulheres é o salto alto, certo? Errado, segundo um ranking feito pela Associação Americana de Podólogos. Para os especialistas, os piores calçados são os chinelos e as sandálias tipo rasteirinha, seguidos pelo salto agulha e os sapatos de bico fino.

— Os melhores sapatos são aqueles que dão apoio ao calcanhar, não comprimem os dedos e têm cadarços ou tiras que seguram o calçado no lugar — explica o podólogo Andrew Shapiro, que coordenou o levantamento.

Chinelos e rasteirinhas
Segundo Shapiro, o problema não é usar chinelos, mas sim usar estas sandálias como se fossem sapatos normais.
Chinelos são para a praia ou para a piscina, não para longas caminhadas ou para serem usados o dia inteiro. Eles deixam o pé solto, não oferecem suporte ao calcanhar e ainda forçam o joelho.
Seu uso prolongado aumenta o risco de dores na lombar, tendinite e fascite plantar, uma dor intensa na sola dos pés. Como não protegem a região, também aumentam o risco de dedos quebrados, torções, bolhas e arranhões.

Salto agulha
Quanto mais alto for o sapato, maior é o seu efeito negativo nos pés e na coluna. Qualquer sapato com mais de cinco centímetros de salto é prejudicial, principalmente se for do tipo agulha, afirma Shapiro. Usar salto todo dia encurta o tendão de Aquiles e causa dores nos pés, nas pernas, quadris, na lombar e até na cervical.
— Além disso, o salto alto e fino coloca muita pressão nos dedos e na sola. Isto pode causar uma dor crônica ou até mesmo fraturas microscópicas na planta do pé.
A melhor solução é não usar salto alto todo dia. Se isto for impossível, Shapiro recomenda não usar saltos com bico fino, que causam a maior pressão nos dedos, e indica palmilhas de gel, à venda em farmácias, para aliviar a pressão.

Sapatos de bico fino
Não importa se são altos ou baixos. Os dois tipos aumentam a pressão na planta e nos dedos. O uso prolongado pode causar uma inflamação crônica dos nervos entre os dedos dos pés, que costuma melhorar apenas com injeções, fisioterapia ou até mesmo cirurgia. Para Shapiro, o melhor mesmo é evitar este tipo de calçado. Outra solução é comprar o sapato meio ou um número maior para aumentar o espaço entre os dedos.

Sapatilhas
Os sapatos baixos que viraram moda nos últimos anos são quase tão perigosos quanto os chinelos, alerta Shapiro. Isto porque eles não apóiam o calcanhar e também deixam os pés soltos. Assim como as sandálias rasteiras, elas aumentam o risco de tendinites, dores nos joelhos e na lombar, e inflamações crônicas na sola dos pés. O ideal é comprar uma sapatilha com uma sola um pouco mais grossa e um salto pequeno, de um ou dois centímetros, para aliviar a pressão no calcanhar e na coluna.


Fonte: clicrbs.com.br

   
O Portal ClicSoledade não se responsabiliza pelo uso indevido dos comentários para quaisquer que sejam os fins, feito por qualquer usuário, sendo de inteira responsabilidade desse as eventuais lesões a direito próprio ou de terceiros, causadas ou não por este uso inadequado.

Publicidade