Após domingo de temporal, semana começa com frio de menos de 10ºC no RS

Mínima foi registrada no Chuí: 6,7ºC

Por Redação em 13/12/2010
nao. (Foto: Thamires Tancredi)
Após domingo de temporal, semana começa com frio de menos de 10ºC no RS

Depois de enfrentar um domingo de temporal no Rio Grande do Sul, os gaúchos têm de encarar uma manhã de inverno nesta segunda-feira. A frente fria que atua no Estado derrubou as temperaturas. A mínima foi registrada no Chuí: 6,7ºC.

Em Porto Alegre, o dia começou com temperatura na casa dos 14ºC, mas a sensação térmica ficou em 9ºC, segundo a estação meteorológica do Grupo RBS. Na região sul, Canguçu começou o dia com 7,6ºC. Na Serra, alguns municípios registraram termômetros abaixo dos 10ºC. O mesmo ocorre em praticamente todo o Estado.

A chuva deve parar até o fim da manhã. Durante a tarde, o sol aparece, mas não eleva as temperaturas de forma significativa.

Nos próximos dias, a amplitude térmica vai marcar a rotina dos gaúchos. O amanhecer deve continuar sendo gelado e a temperatura aumenta ao longo dos dias.

Chuva e vento causaram transtornos no domingo no interior gaúcho

Em Uruguaiana, na Fronteira Oeste, pelo menos seis postes caíram devido à força do vento, que atingiu 70km/h, nas primeiras horas da tarde passada.

Em São Borja, na Fronteira Oeste, choveu hoje 132 milímetros, mais de 100% da média do mês de dezembro. Segundo a Brigada Militar, houve alagamentos em várias vilas. As rajadas de vendo passaram de 70 km/h.

Nas Missões, 300 famílias tiveram as casas completamente destelhadas por um forte vendaval em Cerro Largo. Pelo menos três escolas estaduais foram destelhadas. Duas pessoas ficaram feridas e tiveram atendimento no hospital.

Em Palmeira das Missões, também houve alagamentos. No município vizinho de Guaraní das Missões, foram registradas rajadas de vento e chuva de granizo.

Em Santa Rosa, no noroeste do Estado, os mais de 120 milímetros de chuva neste domingo resultaram em 15 famílias desalojadas. Cerca de 50 pessoas moradoras dos bairros Bom Retiro, Barro Preto e vila Auxiliadora foram abrigadas no Parque de Exposições da cidade depois que suas casas ficaram alagadas, atingidas pela água do Rio Pessegueiro que transbordou. No município, em poucas horas choveu 67% da média do mês inteiro.

No sul do Estado, em Chuí, a rajada de vento chegou a 96 km/h. Em Santo Augusto, na região Celeiro, choveu o equivalente a 70% da média do mês.


Fonte: clicrbs.com.br

   
O Portal ClicSoledade não se responsabiliza pelo uso indevido dos comentários para quaisquer que sejam os fins, feito por qualquer usuário, sendo de inteira responsabilidade desse as eventuais lesões a direito próprio ou de terceiros, causadas ou não por este uso inadequado.

Publicidade