Instrução Normativa 51 preocupa produtores de leite do Estado

Normativa estabelece padrões de qualidade do leite e critérios mais rigorosos também na refrigeração e no transporte

Por Redação em 25/02/2011
nao. (Foto: Divulgação)
Instrução Normativa 51 preocupa produtores de leite do Estado

A Instrução Normativa 51, do Ministério da Agricultura, entra em vigor a partir de julho e pode causar problemas aos produtores de leite do Estado. A norma estabelece novas regras de controle de qualidade e saneamento na produção de laticínios. A regulamentação é mais rígida em aspectos como temperatura do leite, acidez, redução de bactérias e teor de gorduras e proteínas.

Os maiores problemas de adaptação pelos quais os produtores tem que passar estão nos controles de Contagem Bacteriana Total (CBT), de 750.000 bactérias por mililitro para 100.000/ml e de Contagem de Celulas Somáticas (CCS), de 750.000/ml para 400.000/ml.

De acordo com Lauro Brum, membro da Comissão Estadual do Leite da Fetag, apesar de alguns produtores já estarem adequados as novas determinações, a grande maioria ainda está irregular, devido principalmente a falta de esclarecimento sobre o assunto.

A instrução normativa 51 do Ministério da Agricultura foi assinada em 2002, entrou em vigor em 2005, mas só em julho vence o prazo final de adaptação dos produtores de todo os Brasil.


Fonte: criatal.am.br

   
O Portal ClicSoledade não se responsabiliza pelo uso indevido dos comentários para quaisquer que sejam os fins, feito por qualquer usuário, sendo de inteira responsabilidade desse as eventuais lesões a direito próprio ou de terceiros, causadas ou não por este uso inadequado.

Publicidade