O iPhone paga a conta

Aplicativo da Cielo que transforma o iPhone, iPad ou iPod touch numa máquina para receber pagamentos com cartão de crédito

Por Redação em 16/03/2011

   

nao. (Foto: Divulgação)
O iPhone paga a conta

Antes mesmo de ser anunciado, o aplicativo da Cielo que transforma o iPhone, iPad ou iPod touch numa máquina para receber pagamentos com cartão de crédito recebeu mais de 1 600 downloads na App Store.

Após o anúncio oficial, no início de novembro, o programa foi baixado mais de 11 000 vezes em menos de um mês. O resultado foi suficiente para que Paulo Guzzo, de 41 anos, vice-presidente executivo de tecnologia e operações da Cielo, pudesse afirmar que o pagamento móvel virou realidade no Brasil - pelo menos tecnicamente. Para ele, o que falta é vencer a barreira cultural para que profissionais liberais e vendedores autônomos utilizem essa facilidade. Formado em direito e administração de empresas, Guzzo está no negócio de meios de pagamento há quase 20 anos. Começou na Tecban, e, em 1998, chegou à Cielo, que ainda se chamava Visanet. Em 2010, comandou a preparação da empresa para o fim do contrato de exclusividade entre a Visanet e a bandeira Visa. Veja o que Guzzo disse à INFO.

Quando os pagamentos via celular vão se tornar comuns?

Isso vai exigir uma mudança mais cultural do que tecnológica. Mesmo com uma base de quase 200 milhões de celulares no Brasil, só recentemente o uso de SMS se tornou relevante. Ou seja, o brasileiro médio ainda está aprendendo a usar o celular como dispositivo de interação. Imagine o que acontece quando dizemos que ele pode ser usado, também, para pagar uma conta e, mais que isso, para receber um pagamento. O celular pode ser explorado por profissionais que fazem vendas porta a porta, por exemplo. Mas o processo de aprendizagem não é trivial, por mais que pareça simples. Estamos falando de todo o Brasil - não apenas dos grandes centros.

Vocês pretendem desenvolver o aplicativo de pagamento para outras plataformas móveis?

Estamos preparando a versão para Android. Em breve, vamos ampliar a lista de bandeiras aceitas via
smartphone, com a entrada da Elo e da Aura, além das que já são aceitas, como Visa, Mastercard e Amex.


Fonte: info.com.br

   
O Portal ClicSoledade não se responsabiliza pelo uso indevido dos comentários para quaisquer que sejam os fins, feito por qualquer usuário, sendo de inteira responsabilidade desse as eventuais lesões a direito próprio ou de terceiros, causadas ou não por este uso inadequado.

Publicidade