Falar é o de menos nos novos smartphones

Recursos que vão permitir filmar em 3D (e assistir sem óculos), jogar online e fazer pagamentos

Por Redação em 14/04/2011

   

nao. (Foto: Divulgação)
Falar é o de menos nos novos smartphones

Uma novíssima safra de smartphones chega com processadores poderosos e recursos que vão permitir filmar em 3D (e assistir sem óculos), jogar online e fazer pagamentos.

Se você já é alvo de olhares de reprovação da família e dos amigos por não largar do smartphone, prepare-se porque isso vai piorar. Duvida? Pense então em um dia comum, aquele que começa com uma pausa na padaria a caminho do trabalho. Entre um gole e outro de café seus olhos não irão se desgrudar do streaming de vídeo em alta definição na tela do smartphone. Ao pagar a conta, esqueça dinheiro e cartão. Basta aproximar o celular de um leitor no caixa. Depois de uma manhã corrida no escritório, os minutos restantes do horário de almoço serão gastos para a jogatina online no PlayStation Phone.

Ou então para mostrar aos colegas vídeos em 3D, que saltam da tela sem que ninguém precise usar óculos especiais. Ao voltar para casa, o celular pousará numa dock ligada a monitor, mouse e teclado e você poderá, por exemplo, entrar no site do banco como faria no desktop. Depois, o smartphone se transformará em um player de vídeo espertíssimo para enviar filmes em alta definição para a TV por Wi-Fi. Nada disso é ficção. Trata-se de uma amostra do que poderemos fazer com o nosso próximo smartphone.

As tecnologias que irão transformar de vez o smartphone em um aparelho onde falar é o que menos importa já são realidade. Recursos que ainda não estão disponíveis nos modelos atuais chegarão às ruas em meses. Uma nova e empolgante safra de celulares inteligentes virá com processadores dual core, telas 3D, controles para jogos, chips NFC para realizar pagamentos sem contato e conexão à internet em altíssima velocidade pelas redes 4G.

INFO viu de perto e experimentou essas novidades no Mobile World Congress, em Barcelona, na Espanha, maior evento mundial da indústria de telecomunicações. Sem o iPhone 5 ou qualquer sinal dos primeiros frutos do casamento de conveniência entre Nokia e Microsoft, o MWC foi palco de uma invasão de smartphones e tablets com sistema Android e processadores de dois núcleos.


Fonte: info.abril.com.br

   
O Portal ClicSoledade não se responsabiliza pelo uso indevido dos comentários para quaisquer que sejam os fins, feito por qualquer usuário, sendo de inteira responsabilidade desse as eventuais lesões a direito próprio ou de terceiros, causadas ou não por este uso inadequado.

Publicidade