Interiorização do estado no Alto da Serra do Botucaraí aconteceu em Lagoão

Por Cássia Lopes em 20/04/2011

   

nao. (Foto: Mariana Teixeira)
Interiorização do estado no Alto da Serra do Botucaraí aconteceu em Lagoão

Abordando importantes assuntos para o desenvolvimento da região do Alto da Serra do Botucaraí, a interiorização do governo do estado na região ocorreu na última sexta-feira (15), no município de Lagoão, por ser a cidade com um dos menores índices de desenvolvimento humano.

Apesar de Lagoão não pertencer à Associação dos Municípios do Alto da Serra do Botucaraí, a AMASBI participou com grande público, inclusive do presidente Reni Giovanaz.
As atividades iniciaram pela manhã e contou com a presença do Governador Tarso Genro, secretários estaduais, prefeitos e lideranças de toda região.

Na ocasião, o governador enfatizou o objetivo do evento que é organizar os trabalhos e projetos de desenvolvimento do Alto da Serra do Botucaraí realizados pelo governo.

Entre as principais ações estão:

Consulta Popular

Secretário de Planejamento, João Motta, anunciou a liberação de R$ 900 mil, com perspectiva de chegar a R$ 1 milhão. "Trata-se daqueles projetos que foram aprovados nas consultas de anos anteriores e que não foram finalizadas" avalia Motta. Também foi apresentada a formação de uma comissão mista para o gerenciamento do PPA na região, em que a comunidade deve definir seu representante, e um plano de execução do programa que está sendo realizado no sistema de participação cidadã.

Programa de Melhoria e Fertilidade do Solo

Secretário da Agricultura, Luis Fernando Mainardi, falou do programa de correção de solos que está sendo implantado no Estado a partir de reinvindicações da comunidade de Lagoão. "Este programa, no valor de R$ 30 milhões, tem R$ 15 milhões de recursos já liberados pelo Governo Federal e será uma parceria entre o País, Estado, Município e Agricultores Familiares" enfatizou Mainardi. Este programa viabiliza a correção de solos de 20 mil pequenos produtores, sendo 5 hectares para cada propriedade. Garantindo o aumento de 30% na produtividade.

Banrisul

O Presidente do Banrisul, Tulio Zamin, revelou que o posto de atendimento bancário já começou a funcionar em Lagoão no dia 4 de abril. "O posto facilita o encaminhamento de pedidos de credito nos programas Mais Alimentos, Pronasci, entre outros" afirmou Zamin, que garantiu também que já iniciou as tratativas para transformar o posto em agencia. Além de avalizar a quantia de R$ 20 milhões em linhas de crédito do Banrisul para a Agricultura Familiar.

Projeto de Lei "Política Estadual de Combate à Pobreza Extrema"

O Chefe da Casa Civil, Carlos Pestana, apresentou o projeto de Lei que se refere à Política Estadual de Combate à Pobreza Extrema e assegurou que a região do Centro Serra e Alto da Serra do Botucaraí serão prioridades nesta iniciativa que será desenvolvida em parceria com o Governo Federal.

O Secretário do Trabalho, Augusto Lara anunciou também ações imediatas em parceria com as prefeituras da região no âmbito do programa de erradicação da pobreza extrema, iniciando mutirões sociais para regularização de documentos - que são necessários para a população se cadastrar nos programas governamentais. "Mulheres e jovens, beneficiados com o Bolsa Família, terão prioridade nos programas de qualificação de mão de obra, porém as comunidades terão de definir quais os cursos são mais apropriados para cada realidade" disse Lara. O Projeto de Lei foi assinado pelo Governador na atividade da manhã.

Projeto de Inclusão Produtiva

O Secretário de Desenvolvimento Rural, Pesca e Cooperativismo, Ivar Pavan destacou o programa de inclusão produtiva que vai beneficiar 2 mil famílias na região. Além de lembrar a comunidade o Projeto de Anistia dos pequenos agricultores: "para que os agricultores daqui se beneficiem deste projeto é necessária a exclusão de seus processos referente a esta pauta".

Acesso Asfáltico

Atendendo a expectativa da população o Secretário Geral de Governo, Estilac Xavier, anunciou que até o final do ano será iniciada a obra de pavimentação entre os municípios de Segredo e Lagoão, ao custo de R$ 19 milhões. Além de recursos para as ligações asfálticas a Jacuizinho e Lagoa Bonita do Sul. Garantiu também que já foi iniciado o projeto para a ligação de Lagoão com a RSC-471, estrada que viabiliza o escoamento da produção local até o Porto de Rio Grande.

   
O Portal ClicSoledade não se responsabiliza pelo uso indevido dos comentários para quaisquer que sejam os fins, feito por qualquer usuário, sendo de inteira responsabilidade desse as eventuais lesões a direito próprio ou de terceiros, causadas ou não por este uso inadequado.

Publicidade