Diretor técnico da Emater/RS participa da Exposol 2011

Por Vanessa de Moraes em 05/05/2011

   

Diretor técnico da Emater/RS, Gervásio Paulus.. (Foto: Mariana Teixeira / ClicSoledade)
Diretor técnico da Emater/RS participa da Exposol 2011

Foi aberta oficialmente, na noite desta quarta-feira (04) a décima primeira edição da Exposol. A soleninade foi realizada na Praça das Bandeiras, no Parque de Eventos Centenário Rui Ortiz. Na oportunidade, o diretor da Emater/RS, Gervásio Paulus, representou o governador do Estado, Tarso Genro. Autoridades, lideranças, representantes de diversos setores, as soberanas e candidatas à soberanas participaram do ato. A Exposol, maior feira de pedras preciosas da América Latina, segue até domingo (08) e a entrada é gratuita.

Para o diretor técnico da Emater/RS, Gervásio Paulus, a feira é fruto do esforço conjunto da comunidade, do município e das entidades envolvidas. Ele destacou que o sucesso do evento reflete duas características: o espírito de empreendedorismo, visto que a base produtiva do município é diversificada, e o espírito de cooperação e associativismo, representado pela Aprosol – Associação Pró-Desenvolvimento do Município de Soledade, promotora da feira composta por diversas entidades. “Vivemos um momento positivo, com uma safra recorde que traz ânimo para o setor, mas temos muitos desafios. Soledade faz parte do Corede do Alto da Serra do Botucaraí, que tem muitos problemas de pobreza a serem enfrentados e superados”, disse.

O coordenador da Exposol, Orlando Klein, salientu que a feira já está consolidada e fez considerações sobre as dificuldades que vem sendo enfrentadas pelo setor das pedras como a diminuição no volume das exportações nos últimos anos. “Investimentos no setor joalheiro têm apresentado resultados positivos, mas não suficientes para suprir o deficit”, explicou. Em seu pronunciamento, o presidente da Fiergs, Paulo Tigre, disse que a região tem trabalhado fortemente para ganhar mercado nacional e internacional. “Enfrentamos problemas de competitividade”, disse citando a questão cambial. Para ele, mais do que exportar comodities é necessário exportar produtos com valor agregado, que também geram emprego. Na oportunidade o prefeito, Gelson Cainelli, fez um resgate histórico da feira e falou do empenho da administração como apoiar iniciativas como a Exposol.

A Emater/RS-Ascar, que é parceira da Exposol desde a sua primeira edição, organizou o pavilhão da Agroindústria Familiar e do Artesanato, além do estande institucional. Quem visitar a área da instituição dentro da feira poderá conferir atividades como temas como alimentação escolar, artesanato de bambu, aquecedor de água com uso de energia solar e mostra de mudas florestais – nativas e exóticas.

No Pavilhão da Agroindústria e do Artesanato serão 39 estandes com a exposição e comercialização de produtos da agricultura familiar como sucos, licores, mel, conservas, doces, derivados de cana-de-açúcar, salames, frutas cristalizadas, entre outros, além do artesanato.

   
O Portal ClicSoledade não se responsabiliza pelo uso indevido dos comentários para quaisquer que sejam os fins, feito por qualquer usuário, sendo de inteira responsabilidade desse as eventuais lesões a direito próprio ou de terceiros, causadas ou não por este uso inadequado.

Publicidade