Marcha a Brasília

Prefeitos aplaudem promessa de Dilma na flexibilização dos convênios com a Caixa e liberação de R$ 750 milhões

Por Redação em 11/05/2011

   

(Foto: Fernando Rezende)
Marcha a Brasília

Participando pela primeira vez do maior encontro municipalista da América Latina como presidente da República, Dilma Rousseff, substituiu à altura seu antecessor, que esteve presente nas últimas 8 Marchas de prefeitos, em Brasília. Da mesma forma que o ex-presidente Lula, Dilma foi aplaudida de pé pelos prefeitos.

E mais, ao finalizar seu discurso com a frase: - Contem comigo sempre, prefeitos - foi ovacionada pela platéia de mais de 3 mil gestores municipais.

A pressão feita pela Confederação Nacional de Municípios, assim como no Rio Grande do Sul, pela FAMURS, referente ao pagamento dos restos a pagar do governo federal aos Municípios, surtiu resultado. Em seu pronunciamento, a presidente anunciou que o governo federal vai liberar R$ 750 milhões aos Municípios, visando à continuidade das obras e equipamentos adquiridos, em razão dos convênios e contratos firmados, entre os anos de 2007 a 2009. Do total, R$ 520 milhões já terão a liberação nessa quarta-feira, 11 de maio, e os R$ 230 milhões restantes até 06 de junho.

Mais que do que a liberação da verba, o que mais empolgou os prefeitos foi a promessa de desburocratizar a Caixa Federal.

- Já determinei aos meus ministros e a presidência da Caixa Federal, que façam a revisão dos ritos dos convênios e contratos firmados com os Municípios. Está na hora de desburocratizar a tramitação. Concordo com os prefeitos, os projetos precisam tramitar mais rápido, com mais transparência e eficiência – destacou.

Em relação à Emenda 29, mesmo com a promessa feita hoje pelo presidente da Câmara dos Deputados, Marco Maia, de que colocará em votação a regulamentação da matéria, Dilma não deu sinais de que a base governista votará favorável à proposta, como querem os prefeitos.

- Concordo com a reivindicação dos prefeitos. Porém é uma discussão complexa, pois envolve os três entes da Federação: União, Estados e Municípios – disse.

Segundo a presidente, o governo federal pretende investir R$ 10 bilhões na saúde, neste ano.

- E pretendo fazer muito mais – prometeu.

Ao destacar o levantamento do IBGE, de que 74% das unidades básicas de saúde não atendem os requisitos de qualidade da Agencia Nacional de Saúde, a ANVISA, a presidente prometeu a reforma das referidas unidades.

Capacitação:

Através do Ministério do Planejamento, será lançado um programa de formação superior para os gestores públicos.

Brasil sem Miséria

Programa que o governo federal pretende lançar e pede a parceria dos Municípios

PAC Saneamento

O governo federal vai lançar o PAC saneamento para os Municípios de menos de 50 mil habitantes.

   
O Portal ClicSoledade não se responsabiliza pelo uso indevido dos comentários para quaisquer que sejam os fins, feito por qualquer usuário, sendo de inteira responsabilidade desse as eventuais lesões a direito próprio ou de terceiros, causadas ou não por este uso inadequado.

Publicidade