FAMURS comemora anúncio da previsão de conclusão das obras de acesso asfáltico

Por Maurício K. Tomedi em 23/05/2011

   

Anúncio foi feito no Palácio Piratini.. (Foto: Fernando Rezende)
FAMURS comemora anúncio da previsão de conclusão das obras de acesso asfáltico

Uma vitória da FAMURS - Federação das Associações dos Municípios do Rio Grande do Sul em nome do desenvolvimento dos Municípios do Estado. Nesta sexta-feira, dia 20 de maio, o Governo do Estado anunciou, durante reunião no Palácio Piratini, o Plano de Obras Rodoviárias da Secretaria Estadual de Infraestrutura e Logística (Seinfra). O projeto prevê a conclusão de 46 acessos asfálticos em 2011 e dos 59 restantes até o final da gestão em 2014.

O tema é uma antiga reivindicação da Federação que - desde 2005, ano da criação da Comissão dos Municípios sem acesso asfáltico - intensifica a luta pela interligação pavimentária de todos os Municípios do Estado.

- Temos muito a comemorar. A pavimentação asfáltica a todos os acessos municipais sempre foi uma luta dos Muncípios e da FAMURS. Não queremos nenhuma comunidade com o seu sonho frustrado, já que investimento em infraestrutura acarreta no crescimento do Estado - comemorou o presidente da FAMURS, Vilmar Perin Zanchin.



O investimento de aproximadamente R$ 400 milhões provém do Tesouro do Estado e de recursos a serem adquiridos junto ao Banco Nacional de Desenvolvimento (BNDES) e ao Banco Mundial (Bird).

- Fui convencido da importância de convocar essa reunião para apresentar aos prefeitos o nosso plano de obras. Essa solenidade é uma homenagem à capacidade de espera e à perseverança dos prefeitos do Rio Grande do Sul.

A ministra do Planejamento, Miriam Belchior, saudou a iniciativa e comparou o projeto com o Programa de Aceleração do Crescimento (PAC), do Governo Federal.

- É um prazer ver que o Governo do Rio Grande do Sul, em menos de cinco meses, conseguiu converter recursos para, ainda em 2011, concluir 46 obras de acesso asfáltico - parabenizou a ministra.

A escolha da ordem de execução das obras obedeceu cinco critérios: os contratos mais antigos, as obras já concluídas além da metade, os trechos de menor extensão e os acessos asfálticos que levarão menos de 12 meses para serem finalizados, além de uma distribuição das obras por regiões.

- O fato do Governo trabalhar com um limite de recursos nos obriga a fazer escolhas baseadas em princípios e critérios que representarão o desenvolvimento de todo o Estado. Esse é um momento de consagração das articulações entre Municípios, Governo do Estado e a União. Em conjunto, poderemos obter resultados extraordinários - vibrou o secretário do Gabinete dos Prefeitos e Relações Federativas, Afonso Motta.

Em 2011, serão concluídas as obras de acesso asfáltico de 46 Municípios. Em um segundo momento, até o final de 2012, outros 30 contratos serão cumpridos. E até o final da gestão, que se encerra em dezembro de 2014, deverá ser concluída a pavimentação das 28 interligações restantes.

- Não viemos aqui para justificar o motivo pelo qual ainda não cumprimos os contratos de acesso asfáltico dos 105 Municípios que ainda não possuem interligação pavimentária. Nosso objetivo é caminhar incansavelmente para zerar esse passivo com os Municípios - afirmou Beto Albuquerque, secretário estadual de Infraestrutura e Logística.

Segundo dados do Departamento Autônomo de Estradas e Rodagem (DAER), o Rio Grande do Sul possui 12,6 quilômetros de malha rodoviária, dos quais 1,5 está em obras e 3,6 ainda não foram pavimentados.

   
O Portal ClicSoledade não se responsabiliza pelo uso indevido dos comentários para quaisquer que sejam os fins, feito por qualquer usuário, sendo de inteira responsabilidade desse as eventuais lesões a direito próprio ou de terceiros, causadas ou não por este uso inadequado.

Publicidade