Fórum Regional sobre desenvolvimento rural movimenta Ibirapuitã

Por André Vicari em 29/09/2011

   

(Foto: André Vicari / Divulgação)
Fórum Regional sobre desenvolvimento rural movimenta Ibirapuitã

Promovido através de uma pareceria entre a Prefeitura de Ibirapuitã, Secretaria de Agricultura e Meio Ambiente e Associação Nacional dos Municípios, o Fórum Regional Sobre Recursos para Investimentos e Alternativas de Promoção do Desenvolvimento Rural Sustentável, reuniu mais de 50 pessoas de 10 municípios que discutiram junto ao Salão Paroquial alternativas para as culturas rurais da região.

Abrindo o encontro o Prefeito Luciano Lago agradeceu a presença de todos e destacou a busca por culturas alternativas e projetos sustentáveis que ajudem no desenvolvimento da agricultura, “temos que nos unir, buscar recursos, formular projetos que realmente atendam necessidades dos produtores, é isso que importa, temos que fazer a nossa parte nesse processo e esse encontro de hoje serve para isso”.

Estiveram presentes no evento o prefeito de Cruz Alta e Presidente da Associação Gaúcha dos Consórcios, Vilson Basto dos Santos, o Prefeito de Nicolau Vergueiro, Danilmar da Costa, o prefeito de Montauri, Jamir Matos, o Prefeito de David Canabarro, Luiz de Om, O vice-prefeito de Caseiros, Leo Tessaro, Prefeito de Sagrada Família, Aldair Tchê, vice-prefeito de Casca, Jair de Sodi, o prefeito de Lajeado do Bugre, Olmei Petro Belle, além de representações dos municípios de Tio Hugo e São José das Missões que ouviram atentamente as informações trazidas direto do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento pela representante Ana Lucia Stepan, que apresentou dados sobre o PRODESA (Programa de Apoio ao Desenvolvimento do Setor Agropecuário).

Após, Juliano Ferreira de Sá, representante do Ministério da Pesca e Aquicultura, falou para os presentes sobre a Importância da Política Territorial do Governo Federal, “não sou política. Sou técnico, lido com as fundações, com os detalhes mais importantes de um projeto que visa ajudar o agricultor, tenho a certeza que a agricultura sairá fortificada desse encontro”.

Para Saul Barbosa representante da ANM, o encontro foi produtivo, pois todos os trabalhos propostos foram implementados e novas propostas foram encaminhadas para os ministérios, “os consórcios apresentaram suas propostas para o ministério em loco e isso foi vital para o andamento, porque não adianta só viajar e ser recebido por pessoas de até terceiro escalão do governo e nada acontecer. Esse tipo de encontro serve para isso”, concluiu.

Após as palestra foram apresentados pelos consórcios as suas propostas que visam melhorar as áreas de cultivo agrícola.

   
O Portal ClicSoledade não se responsabiliza pelo uso indevido dos comentários para quaisquer que sejam os fins, feito por qualquer usuário, sendo de inteira responsabilidade desse as eventuais lesões a direito próprio ou de terceiros, causadas ou não por este uso inadequado.

Publicidade