Município de Ibirapuitã inaugurou a Sala do Empreendedor

Por André Vicari em 01/12/2011

   

(Foto: André Vicari / Divulgação)
Município de Ibirapuitã inaugurou a Sala do Empreendedor

O município de Ibirapuitã inaugurou no dia 16 de novembro na prefeitura Municipal a Sala do Empreendedor. No Ato Inaugural o Prefeito Municipal, Clodoir Luciano Lago enfatizou em sua fala a importância de ampliar e melhorar os serviços ofertados a população no que se refere à desburocratização do processo de formalização, estimulando a criação de novas empresas ligadas aos setores de indústria, comércio, serviços e agronegócio, fomentando a economia local e promovendo o desenvolvimento social e econômico do município.

Segundo o Secretário da Administração, Edelberto Ferreira, que coordena o Plano de Desenvolvimento Local – PDL e demais Programas de Fomento ao Empreendedorismo, “a Sala do Empreendedor é um espaço único e exclusivo para atendimento aos empresários, já formalizados e estabelecidos e, aos novos empresários do município, prestando serviços de legalização e formalização do Microempreendedor Individual – MEI, informações e orientações as Microempresas e Empresas de Pequeno Porte quanto à consulta prévia, concessão de alvará provisório ou definitivo, documentação necessária para abertura e legalização da empresa, na conformidade da atividade exercida”.

Estiveram presentes no ato inaugural Secretários Municipais, Vereadores, Presidente do CDL, Representante do SEBRAE – RS, os Micros Empreendedores Individuais e Micros Empresários do município e o Gerente Geral do Banco do Brasil, agência Soledade, Marcelo Buchain Sperotto, acompanhado da Gerente de Negócios, Raquel Lutz e demais colabores os quais palestraram aos presentes sobre o “Micro Crédito Produtivo Orientado – MPO”.

   
O Portal ClicSoledade não se responsabiliza pelo uso indevido dos comentários para quaisquer que sejam os fins, feito por qualquer usuário, sendo de inteira responsabilidade desse as eventuais lesões a direito próprio ou de terceiros, causadas ou não por este uso inadequado.

Publicidade