Diferentes ritmos e culturas no Festival Folclore de Soledade

Em sua primeira edição, o evento pretende trazer ao público artistas da Região Sul e de dois países sul-americanos

Por Lucas Bicudo / Especial em 10/09/2012

   

(Foto: Divulgação / Ballet Folclórico de Temuco)
Diferentes ritmos e culturas no Festival Folclore de Soledade

A partir desta terça-feira, 11/09, Soledade será palco de diferentes culturas, com uma mescla de idiomas, costumes e como foco principal a dança. Este é o clima do Festival Internacional de Danças Folclóricas de Soledade, que em sua primeira edição pretende trazer ao público artistas da Região Sul e de dois países sul-americanos. A culminância do evento será no dia 12 de setembro, no Centro Cultural, e as apresentações vão acontecer às 15h e às 19h, tendo como ingresso um quilo de alimento não perecível.

Idealizado pelo soledadense Vasco Portella Carneiro, que após turnê à Europa com o Conjunto Folclórico “Os Rio-grandenses”, de Campos Borges, começou a projetar o festival. “Em 2011, trouxemos para Soledade e região o Grupo Folclórico e Etnográfico de Alfarelos, de Portugal, que realizou uma mostra do folclore Português. A partir disso, fiquei com a ideia de promover um festival que pudesse difundir as diversas formas de arte e que agora se consolida, após obter apoios e parcerias, em especial, do representante do Instituto Cultural Português, Carlos Manoel Soares e do jovem soledadense Márcio Schilling”, destacou. Ainda acresceu a importância de apoio e auxílio de amigos, familiares, entidades representativas do setor rural, entidades tradicionalistas, clubes de serviço, imprensa e da atual administração.

Atrações Festival

Conheça um pouco da história de cada grupo que estará participando do I Festival Internacional de Danças Folclóricas de Soledade.

Ballet Folclórico de Temuco – Chile

Desde a sua criação em dezembro de 1992, o Ballet (foto em destaque) tem como objetivos buscar elementos da identidade chilena e projetá-la através de uma linguagem universal: a música e a dança. O grupo é composto, principalmente, de jovens que queriam dar atenção especial ao seu tempo livre para a preservação e divulgação de seu folclore.

Em 19 anos, o Ballet tem mostrado seu trabalho em diferentes cidades do Norte, Central e do Sul do Chile, bem como representando o país em turnês na Argentina, Peru, Espanha, Portugal, França, Itália e Bélgica, sempre recebendo comentários críticos excelentes, que o levaram a ser considerado um dos melhores grupos do gênero em nível nacional. Na Europa, recebeu o prêmio de melhor canção popular, além de ser considerado um dos melhores grupos envolvidos em vários festivais de folclore, onde dividiu o palco com Grupos da América, Europa, África, Oceania e Ásia.

Ballet Folclórico Martin Guemes de Códoba – Argentina

Fundado em 3 de dezembro de 1983, na cidade de Córdoba, o grupo já realizou apresentações internacionais no Brasil, Chile, Bélgica, Alemanha, Luxemburgo, França, Itália, Espanha e México. Diferentes danças do folclore argentino são executadas por seus membros, com produções diferenciadas.
Também, todos os anos, no mês de julho, organiza o Concurso Nacional “Martin Guemes”, do qual participam delegações do exterior e do país.

CTG Terra dos Pinheirais – Paraná

Criado em 26 de março de 1993, em Irati-PR, o CTG Terra dos Pinheirais busca em suas atividades, cumprir os ciclos sociais, culturais e artísticos de natureza folclórica. Em suas apresentações artísticas de folclore gaúcho e paranaense, procura revigorar as tradições do povo brasileiro.

Entre as danças executadas que serão executadas em Soledade, destaque para: Meu Paraná; Mestre Domingues; Barreado; Te Amo Meu Paraná (música executada pelo conjunto vocal); Colheita do Café; Gralha-Azul; e Pinheiral do Paraná (música executada pelo conjunto vocal e pelo grupo.)

Grupo Étnico de Danças Folclóricas da UPF – Passo Fundo

Iniciado como um projeto da Faculdade de Educação Física, fundado em 1997, o Grupo Étnico de Danças Folclóricas da Universidade de Passo Fundo é atualmente um projeto que pertence á Divisão de Extensão da Universidade.

O grupo é formado por acadêmicos dos mais diferentes cursos de graduação da universidade e tem como objetivo principal divulgar a valorização da dança folclórica, apresentando através da dança, aspectos culturais e folclóricos dos mais diversos povos. Apresenta em seu repertório um espetáculo com danças do folclore brasileiro e principalmente as danças do folclore Gaúcho.

No decorrer de seus quinze anos, o grupo tem levado seu espetáculo à escolas, seminários, congressos , festivas e concursos de danças procurando divulgar seu trabalho e o nome da Universidade de Passo Fundo. O grupo é coordenado pelo professor Luís Gustavo Maia.

GAN Vaqueanos da Cultura – Soledade

Fundado em 30 de abril de 1979, o Grupo de Artes Nativas Vaqueanos da Cultura nasce por intermédio de um grupo de estudantes participantes da invernada artística da escola Polivalente, que pretendia poder participar de eventos do Movimento Tradicionalista Gaúcho. Marcante na formação do grupo, a vontade daqueles jovens, que mesmo sem ter onde ensaiar, não desistiram, muitas vezes, utilizando a Praça Municipal como palco de ensaios. O reconhecimento logo veio, em 1987 e 1990 ficou entre os 3 melhores grupos do Estado e muitos títulos individuais foram conquistados.

Em 2001, o grande sonho se realizou, aquele tão sonhado rancho enfim estava em pé. Pequeno de tamanho, mas gigante em esperança por poder ter a certeza de que daquele momento em diante teria onde acolher a família Vaqueanos. Hoje, com 33 anos, o GAN Vaqueanos da Cultura tem um departamento artístico e cultural atuante na região, contanto com o apoio da patronagem e mais de 100 integrantes que estão divididos em cinco invernadas: Pré-Mirim, Mirim, Juvenil, Adulto e Xiru.

A entidade tradicionalista é campeã de vários rodeios estaduais e internacionais, sempre representando Soledade e o Estado em diferentes eventos.

CTG Marciano Brum – Soledade

O Centro de Tradições Gaúchas Marciano Brum, entidade com 59 anos de história, a mais antiga da 14º Região Tradicionalista, e o 51º CTG inscrito no Estado do Rio Grande Sul, revelam o prazer de participar e ao mesmo tempo colaborar com a realização do Festival Internacional de Folclore. Ao longo de sua história, a entidade tem procurado manter e cultivar as raízes da tradição gaúcha de geração para geração. Por intermédio de sua Invernada Adulta e com o lema “Pelos Rio Grandenses em qualquer pago”, deseja a todos um ótimo Festival.

CTG Argemiro Martins Pinto – Soledade

Reviver o mais autêntico espírito das tradições gaúchas, representando Soledade em diferentes eventos regionais, estaduais e internacionais. Foi com esta filosofia que nasceu o CTG Argemiro Martins Pinto em 10 de junho de 1999, que tem como lema “A paixão pela arte, o amor pela dança, a emoção dos poemas, as glórias antepassadas, o respeito mutuo pelo irmão, a vontade de crescermos de braços dados com a tradição é o que nos faz Argemiro Martins Pinto, guerreiros de coração”.

Em 2006, a entidade construiu sua tão sonhada sede social, com esforço da patronagem e associados. Nos dias de hoje, conta com mais de 100 participantes entre parte artística e campeira. Nas modalidades artísticas, representa a 14º Região Tradicionalista na declamação, trova, chula e de danças tradicionais. O CTG Argemiro Martins Pinto conta com invernada Pré-Mirim, Mirim e Juvenil.

Agrupamento Biriva Tropeiros do Rancho Parceria – Soledade

Exerce suas atividades há 4 anos com o objetivo de valorizar e resgatar as manifestações artísticas-culturais do tropeirismo biriva por meio das danças que os tropeiros realizavam nos descansos das tropas, tais como: Chico do Porrete, Dança dos Facões, Fandango Sapateado e a Chula Biriva. Atualmente o Agrupamento conta com 12 membros.

Programação do Festival do Folclore

11 de setembro
15h 30min - Recepção dos grupos participantes, com a representação de um par de cada grupo.
Local: auditório do Sicredi

12 de setembro
07h – Recepção do grupo artístico do CTG Terra dos Pinheirais, de Iraty/PR
9h – Visita da delegação do Chile no Centro Cultural de Soledade, Museu Municipal, Praça Olmiro Ferreira Porto e Botas Gozzi.
9h – Visita da delegação da Argentina nas empresas do setor pedrista de Soledade
14h30min – Desfile nas avenidas centrais de Soledade, dos grupos do Chile, Argentina, Paraná, oficinas da SMECD, GAN Vaqueanos da Cultura, CTG Argemiro Martins Pinto, além de outros convidados
15h – Apresentação dos grupos para as escolas municipais, estaduais e particular, no Centro Cultural de Soledade
19h – Solenidade de abertura oficial do I Festival Internacional de Danças Folclóricas de Soledade, no Centro Cultural

13 de setembro
8h30min – Despedida das delegações da Argentina e do Paraná
9h – visita da delegação do Chile ao GAN Carreteiros da Liberdade, em Fontoura Xavier

14 de setembro
9h – Entrega pela comissão organizadora dos alimentos arrecadados no Festival para o Lar Mãe Cúria
11h – Visita da delegação do Chile ao CTG Marciano Brum (entidade tradicionalista mais antiga da região)
14h – Visita da delegação do Chile nas empresas do setor pedrista de Soledade
17h – Visita ao CTG Trempe de Aço, pela da delegação do Chile
20h – apresentação do Ballet Folclórico de Temuco, no CTG Marciano Brum

15 de setembro
9h – Visita da delegação do Chile ao CTG Sinuelo das Coxilhas, em Espumoso

16 de setembro
8h30min – Despedida da delegação do Ballet Folclórico de Temuco, do Chile

   
O Portal ClicSoledade não se responsabiliza pelo uso indevido dos comentários para quaisquer que sejam os fins, feito por qualquer usuário, sendo de inteira responsabilidade desse as eventuais lesões a direito próprio ou de terceiros, causadas ou não por este uso inadequado.

Publicidade