Vereadores de Soledade visitam a empresa Móveis Fath

Por Redação em 04/04/2013

   

(Foto: Jacques Moraes / Divulgação)
Vereadores de Soledade visitam a empresa Móveis Fath

O presidente da Câmara Municipal de Soledade vereador David Líbero Gueller PMDB, acompanhado do vice-presidente Juarez dos Santos Knopf PSB, João Francisco dos Santos PSB e o chefe de gabinete Jacques Moraes, estiveram em visita a empresa Móveis Fath Ltda. O convite foi feito pela direção da empresa, com vistas a mostrar o que é produzido e as necessidades dos empreendedores para continuar crescendo e oferecendo mais divisas para Soledade.

A linha de produção está voltada para móveis e artefatos de madeira, com o início também da fabricação de portas internas de excelente qualidade. A empresa está localizada na Rua Reinaldo Heckmann nº 99, no bairro Botucaraí. Atualmente são quase 400 metros construídos, resultado de duas ampliações, e como o mercado está em alta, já está previsto mais uma ampliação. Móveis Fath está neste endereço à três anos e conforme o diretor da empresa Edemar dos Santos Fath o espaço está pequeno, e ele busca junto ao poder público uma parceria visando ampliar seu negócio, com a destinação de um terreno existente ao lado da sede atual. O proprietário destaca ainda a necessidade de ter espaço para um Show Room para expor o que é fabricado no local.

Os vereadores prometeram dar apoio total junto a municipalidade para que esta atenda os pleitos do empresário, pois segundo o qual ele vê grande potencial para crescer e auxiliar Soledade no Desenvolvimento. Trata-se de uma empresa que nasceu pequena e está crescendo a cada dia que passa, investindo em tecnologia e mão de obra qualificada. Para os edis a valorização de empresários da terra que buscam um amanhã melhor é indispensável para nosso progresso.

   
O Portal ClicSoledade não se responsabiliza pelo uso indevido dos comentários para quaisquer que sejam os fins, feito por qualquer usuário, sendo de inteira responsabilidade desse as eventuais lesões a direito próprio ou de terceiros, causadas ou não por este uso inadequado.

Publicidade