Assembleia Municipal da Participação Popular reúne 670 participantes em Soledade

Comunidade soledadense atendeu ao chamado dos organizadores do Processo de Participação Popular e Cidadã (PPC) e compareceu em grande número, elegendo 22 delegados e um suplente para o Fórum Regional da Participação Popular e Cidadã. Mobilização local foi a maior realizada dentro da Macrorregião Norte – Região Funcional 9

Por Lucas Bicudo / IR em 21/06/2013

   

(Foto: Lucas Bicudo / IR)
Assembleia Municipal da Participação Popular reúne 670 participantes em Soledade

As dependências do CTG Marciano Brum ficaram tomadas pela comunidade soledadense, que compareceu para escolher as 10 ações de interesse local e outras cinco de caráter estratégico. A Assembleia Pública Municipal do Processo de Participação Popular e Cidadã (PPC) foi realizada na noite de ontem (20), e reuniu 670 participantes, com o que o município conseguiu eleger 22 delegados e um suplente para o Fórum Regional, que vai acontecer no dia 5/7, no auditório da UPF Soledade.

Rene Cecconello, coordenador da Macrorregião Norte – Região Funcional 9 da Secretaria de Planejamento, Gestão e Participação Cidadã (SEPLAG), elogiou a grande mobilização do município. “Dos 130 municípios que pertencem a Macro Norte, Soledade conseguiu reunir o maior número de participantes. Isto demonstra que o espírito de participação está aflorado na comunidade, o que é muito importante. Vimos aqui que a busca pela instalação da UERGS no município foi a motivação central do encontro, mas também outros assuntos como segurança, saúde e desenvolvimento rural ganharam espaço na pauta”, disse.

A coordenadora regional da Seplag no Alto da Serra do Botucaraí, Maria José Godoy da Rosa, comemorou a grande participação da população. “A cidadania soledadense compareceu, apontou as necessidades que julgou prioritária e agora terá 22 delegados que vão defender suas propostas durante a Assembleia Regional. É o Processo de Participação Popular e Cidadã que vem conquistando a confiabilidade da população”, pontuou. O presidente do Corede Botucaraí, Idioney Oliveira Vieira, igualmente parabenizou a grande movimentação. A presidente do Comude, Sonia Mara Klein Rodrigues, ressaltou que é desta forma que teremos o desenvolvimento. “A comunidade local está demonstrando que está em busca de seu crescimento, comparecendo nos momentos em que ajudam a decidir a destinação dos recursos disponibilizados. Com certeza saímos fortalecidos desta assembleia municipal”, finalizou. O prefeito Paulo Cattaneo assinalou que “tivemos aqui uma grande demonstração do poder que a população tem. Agradecemos a todos que atenderam nosso chamado e vieram defender aquelas demandas que ajudarão nosso município se desenvolver”, aduziu.

Após exposição das 10 áreas temáticas, a cidadania soledadense elencou as seguintes prioridades: Desenvolvimento Econômico – apoio às áreas e/ou Distritos Industriais Estaduais; Fomento à Formação e à Fixação de Recursos Humanos, e Apoio aos parques e polos tecnológicos; Desenvolvimento Rural - Apoio ao desenvolvimento do Leite Gaúcho e da Pecuária Familiar, e fomento a fruticultura; Saúde – Aquisição de equipamentos para hospitais, aquisição de equipamentos para ESF (elevador), e aquisição de dois veículos para ESF (Vigilância Sanitária e Combate a Dengue); Segurança Pública e Defesa Civil – Kit investigação e melhoria no ambiente físico (Polícia Civil) e apoio ao policiamento rural (Brigada Militar); Cidadania, Justiça, Direitos Humanos e Políticas para Mulheres – Garantia de Direitos Humanos e Promoção da cidadania; Promoção de capacitação profissional para o mundo do trabalho; Desenvolvimento Social e Erradicação da Pobreza – Apoio às famílias em situação de extrema pobreza; Habitação, Desenvolvimento Urbano e Saneamento - Fomento às Ações de Regularização Fundiária nos Municípios; Educação Superior – Programas e projetos de extensão para o desenvolvimento regional, difusão científica e cultura (UERGS); Para a região do Alto da Serra do Botucaraí, o Governo do Estado disponibilizou cerca de R$ 3 milhões do orçamento para investir nas demandas apontadas no Processo de Participação Popular e Cidadã.

   
O Portal ClicSoledade não se responsabiliza pelo uso indevido dos comentários para quaisquer que sejam os fins, feito por qualquer usuário, sendo de inteira responsabilidade desse as eventuais lesões a direito próprio ou de terceiros, causadas ou não por este uso inadequado.

Publicidade