VRS 854 em Mormaço recebe operação tapa-buraco

Prefeitura adota medida para evitar possíveis acidentes enquanto aguarda o reperfilamento da via, previsto no lote onze, que ainda não foi iniciado

Por Redação em 10/07/2013

   

(Foto: Patric Strapazzon / Divulgação)
VRS 854 em Mormaço recebe operação tapa-buraco

A demora na execução das obras de reperfilamento asfáltico, previsto no lote onze, fez com que a prefeitura municipal de Mormaço, mais uma vez, realizasse uma operação tapa-buracos ao longo da VRS 854, trecho que liga o município com a BR 386. O objetivo da operação é tentar evitar, ainda mais degradação da estrada e principalmente, diminuir os riscos de acidentes, devido às péssimas condições da via.

O trabalho aconteceu na semana passada. Foram três dias de serviços, onde equipes da secretaria de agricultura e secretaria de obras trabalharam em conjunto. Parceria que contou ainda com a participação do DAER, através do destacamento de um caminhão e material usado na empreitada. “A operação foi executada na tentativa de diminuir a deterioração da estrada, que ficou bastante danificada após um longo período de chuvas e para que não aconteçam acidentes em decorrência dos buracos”, destacou secretário da agricultura Paulo Morige.

A iniciativa contou com o apoio e assessoria técnica do engenheiro Márcio Bortolamedi e do coordenador do Departamento Autônomo de Estrada e Rodágens - Daer Passo Fundo, Julio Oscar Huber, que viabilizou a liberação do produto que foram utilizadas no serviço.

Lote Onze

As condições do asfalto da VRS 854 são precárias, e em se tratando de uma estrada estadual, a manutenção e recuperação da mesma é responsabilidade do governo do Rio Grande do Sul. O lote onze, que contempla a obra de reperfilamento asfáltico, já licitada pelo Estado, além do Mormaço, abrange outros municípios da região do Botucaraí. Contudo, o governo do estado, que alega dificuldades financeiras e técnicas, ainda não liberou o início da obra. A inércia e situação financeira do estado, aliados à degradação da VRS acabam transferindo a responsabilidade para o poder público municipal, que já realizou tapa-buracos em outras oportunidades.

No entanto agora as condições do asfalto não suportam apenas ações paliativas, momentâneas e incompletas. Segundo o prefeito municipal, Luís Carlos Machado, é iminente uma obra de recuperação geral. “Essas operações tapa-buracos são meios que trazem apenas uma melhora momentânea, porém a VRS 854 necessita, urgentemente, de uma ação que elimine a causa. Ou seja, a execução do lote onze, que prevê a reperfilação total da estrada.

   
O Portal ClicSoledade não se responsabiliza pelo uso indevido dos comentários para quaisquer que sejam os fins, feito por qualquer usuário, sendo de inteira responsabilidade desse as eventuais lesões a direito próprio ou de terceiros, causadas ou não por este uso inadequado.

Publicidade