Programa Nacional de Habitação Rural na reta final

Programa está sendo realizado através de uma parceria entre a Prefeitura Municipal de Soledade e da Crehnor

Por Redação em 23/07/2013

   

(Foto: Mariana Teixeira / Divulgação)
Programa Nacional de Habitação Rural na reta final

A Secretaria de Assistência Social e Habitação, juntamente com a Secretaria da Agricultura, Pecuária e Meio Ambiente e demais entidades ligadas ao meio rural, percorreram as localidades de Soledade durante o mês de junho a fim de apresentar para a população o Programa Nacional de Habitação Rural (PNHR), que está em fase final em Soledade.

O PNHR, viabilizado para os municípios através do Ministério das Cidades, tem por objetivo ofertar a agricultores familiares e trabalhadores rurais, a possibilidade de construir ou reformar residência estabelecida em área rural, além de fixar as pessoas no campo minimizando o êxodo.

Com uma parceria da Prefeitura Municipal de Soledade e da Crehnor, que atuará como agente financiador é também a responsável pela escolha da construtora, que deve comprar o material de construção de firmas da cidade, além de contratar mão de obra local. Serão construídas em torno de 50 casas espalhas pelo interior, em localidades como o Rincão do Bugre, Espraiado, Pinhal, Posse Generoso e São Tomé.

Os agentes da secretaria esclareceram aos interessados, as diretrizes para que as famílias possam encaminhar a documentação exigida. Enquadram-se no Pnhr possuidores dos seguintes itens:

- DAP- Declaração de Aptidão ao Pronaf;
- Matrícula da terra ou contrato de compra e venda que possua matrícula, ou ainda, cedência ou autorização com parentesco de até 3º grau;
- Renda anual deve ser de até quinze mil reais e não pode estar no Cadin;
- Área maior que 1000 m² e menor de 72 hectares;

Ao assinar contrato o cidadão paga o valor de R$ 3.400,00 reais e mais 4 parcelas anuais de R$ 280,00 reais. A casa é entregue pronta, sendo que se o beneficiado for pedreiro e se propõem em construir sua própria casa, ainda pode ganhar em torno de sete mil reais para a mão de obra.

O programa que promove a garantia da permanência do homem no campo, já esta em fase de recolhimento de documentação, e dúvidas podem ser esclarecidas no fone: 54 3381 9058.

   
O Portal ClicSoledade não se responsabiliza pelo uso indevido dos comentários para quaisquer que sejam os fins, feito por qualquer usuário, sendo de inteira responsabilidade desse as eventuais lesões a direito próprio ou de terceiros, causadas ou não por este uso inadequado.

Publicidade