Prefeitura de Fontoura Xavier decreta turno único para contenção de despesas

Decreto passa a vigorar a partir do dia 26/08

Por Redação em 22/08/2013

   

(Foto: Fernando Martins / Divulgação)
Prefeitura de Fontoura Xavier decreta turno único para contenção de despesas

Economia é a palavra de ordem em grande parte dos municípios da região. Em meio à crise financeira, e por orientação da AMASBI conforme acertado em reunião da associação realizada no dia 16/08, a Prefeitura Municipal de Fontoura Xavier instituirá turno único de funcionamento da administração pública municipal a partir do dia 26/08. Assim como em Fontoura Xavier, outras prefeituras da região de abrangência deverão instituir o turno único.

Ao ser adotada, a ação fará com o que o expediente passe a ser das 7h às 13h. Os detalhes que instituem a medida estão expostos no decreto nº 2461/2013 que deverá vigorar por 120 dias. Conforme ainda expresso no decreto, o turno único será de seis horas continuas e se aplica a todas as secretarias da Administração Publica Municipal, porém as secretarias de Educação e saúde funcionarão em regime especial, mediante a realização de plantões que serão regulamentados por cada secretaria.

Outra ação importante que objetiva a redução das despesas é que durante a vigência do turno único a convocação para serviços extraordinários ficará vedada, exceto em casos de situação de emergência e calamidade pública, pagando-se nesta hipótese apenas às horas excedentes a jornada de trabalho estabelecida para o cargo.

Conforme o Secretario Municipal de Administração, Deonir Nhoato, a ação já era estudada pela administração municipal devido às grandes dificuldades financeiras da municipalidade. Deonir destaca que a preocupação da administração em prestar os serviços à comunidade, mas também a preocupação com a realidade financeira e adequação das contas municipais. Ele ainda destaca que além do turno único as demais ações de contenção de despesas orientadas pela AMASBI, estão sendo adequadas, e que a ordem para a máxima redução de despesas é explicita a todos os órgãos do executivo municipal.

Já o Prefeito Municipal, Tiago Zanotelli, destaca que a orientação da AMASBI contribui diretamente para mostrar que as dificuldades são existentes em todos os municípios e que além das reduções de repasses da União, o município ainda herda as dificuldades financeiras deixadas pela administração anterior. “Mesmo com nosso empenho em normalizar as finanças através de uma serie de medidas de contenção, as dificuldades são constantes. Esperamos que a população entenda esta medida, pois é de extrema necessidade devido a circunstancias do momento e não se trata somente de nosso município, mas sim da realidade da maioria dos municípios de nossa região”, afirma o Prefeito.

   
O Portal ClicSoledade não se responsabiliza pelo uso indevido dos comentários para quaisquer que sejam os fins, feito por qualquer usuário, sendo de inteira responsabilidade desse as eventuais lesões a direito próprio ou de terceiros, causadas ou não por este uso inadequado.

Publicidade