Sociedade Botucaraí Pró-Cultura tem projeto selecionado nos Pontos de Cultura

A Região Norte teve seis projetos selecionados no programa

Por Redação em 05/09/2013

   

(Foto: Divulgação / Sedac RS)
Sociedade Botucaraí Pró-Cultura tem projeto selecionado nos Pontos de Cultura

A região Norte do estado, com abrangência nos Coredes Médio Alto Uruguai, Produção, Rio da Várzea e Alto da Serra do Botucaraí, teve seis projetos selecionados para os Pontos de Cultura, edital lançado em 2012, pela Secretaria de Estado da Cultura (Sedac).

No Corede Botucaraí, a Sociedade Botucaraí Pró-Cultura, de Soledade, teve o projeto “A Cultura Como Instrumento de transformação social” selecionado. Além do município, Nonoai, no Médio Alto Uruguai, Ronda Alta, no Rio da Várzea, Coxilha e Carazinho, na região da Produção, tiveram projetos selecionados. O anúncio ocorreu em evento especial realizado no final da tarde dessa segunda-feira (2) no Quilombo do Sopapo, localizado no bairro Cristal, em Porto Alegre.

Três dos seis projetos selecionados na região abrangem ações de institutos indígenas, enquanto os restantes são de sociedades beneficentes e de apoio a pessoas com deficiência. Os municípios com até 10 mil habitantes receberão R$ 60 mil para os próximos três anos, e, nas cidades com mais de 10 mil habitantes, foram selecionadas 60 propostas para receber R$ 180 mil, em três anos, sendo 16 em Territórios de Paz. O investimento total no estado é se R$ 12,12 milhões nesta primeira etapa, que recebeu 209 projetos, de 109 municípios.

Pontos de Cultura

Os editais são produto do convênio firmado entre Secretaria de Cultura do RS (Sedac), por meio da Diretoria de Cidadania e Diversidade Cultural (DCDC), e Secretaria da Cidadania e da Diversidade Cultural do Ministério da Cultura (SCDC/MinC), no âmbito do Programa Cultura Viva. O total de recursos investidos neste convênio é de mais de R$ 18,13 milhões, contemplando grupos culturais da sociedade civil. Os editais da Rede RS de Pontos de Cultura representam o maior volume de recursos investidos em cidadania e diversidade cultural em toda a história do estado. No total, serão selecionados 160 projetos culturais.

São diretrizes fundamentais do programa - e exigência para ingresso na Rede - a gestão participativa, a educação popular, a comunicação comunitária, a economia solidária, a cultura digital, a sustentabilidade ambiental e os Direitos Humanos. Além destas dimensões, a Rede RS de Pontos de Cultura terá como objetivos a promoção da diversidade cultural, o empoderamento, o protagonismo, a autonomia, a articulação em rede (produção colaborativa, compartilhamento de saberes e gestão compartilhada entre sociedade civil e poder público).

Depois de selecionados, os Pontos de Cultura contarão com inúmeras ações de apoio e acompanhamento, como a realização de seminários anuais de qualificação em gestão cultural, oficinas temáticas, prêmios de incentivo ao compartilhamento de tecnologias sociais inovadoras, equipe de assessoramento, uma van contando com equipamentos digitais, audiovisuais e de som, a publicação de cartilhas, revistas, portal virtual, além da realização de encontros de intercâmbio, articulação e mostra de produtos.

Projetos Selecionados – Região Produção/ Médio Alto Uruguai/ Rio da Várzea/ Botucaraí

Ronda Alta - Instituto Kanhgág “Centro Cultural Kanhgág Jãre”
Nonoai Associação Indígena Aldeia Sede do Posto de Nonoai “Kanhgág Ty Jagne Mré Kanhrãn Rãn (Índio Ensinado Índio)”
Coxilha - Instituto Indígena Brasileiro para Propriedade Intelectual – INBRAPI “Ponto de Cultura Som dos Maracás”
Nonoai - Apae Nonoai “Limite! É Coisa que Não Existe”
Carazinho Sociedade Beneficente Ili Ase Alafim Oba Aganjú Jetoiká “Tambores da Igualdade”
Soledade - Sociedade Botucaraí Pro-Cultura “A Cultura Como Instrumento de transformação social”

   
O Portal ClicSoledade não se responsabiliza pelo uso indevido dos comentários para quaisquer que sejam os fins, feito por qualquer usuário, sendo de inteira responsabilidade desse as eventuais lesões a direito próprio ou de terceiros, causadas ou não por este uso inadequado.

Publicidade