Ministro da saúde recomenda que quem estiver com sintomas suspeitos de gripe procure postos de saúde e não os hospitais

Gripe A

Por Redação em 31/07/2009

   

nao. (Foto: )

O ministro da Saúde, José Gomes Temporão, afirmou na sexta-feira que o grande desafio em relação à influenza A (H1N1), neste momento, é organizar a rede de saúde para atender as pessoas de forma adequada e não sobrecarregar o atendimento.

Ele recomenda que quem estiver com sintomas suspeitos da gripe procure postos de saúde e não os hospitais. A intenção é não sobrecarregar essas unidades, que devem tratar casos confirmados e que precisem de internação.
"O grande desafio agora é organizar a rede para atender bem as pessoas, principalmente as que necessitam de internação. Atendê-las adequadamente, tratá-las e impedir o óbito", disse Temporão, após se reunir com o presidente Luiz Inácio Lula da Silva para atualizá-lo sobre a incidência da gripe suína no Brasil.

Segundo ele, o momento agora é de "bom senso e paciência" e a expectativa é de que com o final do inverno e o consequente aumento das temperaturas a situação melhore. "Não podemos impor limites ao direito das pessoas de serem atendidas. Isso coloca um peso grande sobre a rede de serviços e pode ocorrer demora. Nesse momento, é preciso bom senso e um pouco de paciência, mas vamos ultrapassar este período", comentou o ministro.

Ele reafirmou que a população deve ficar tranquila e que há recursos suficientes para as ações de combate à doença. Temporão lembrou que no Rio Grande do Sul, onde a situação é mais delicada devido à fronteira com a Argentina, o trabalho de prevenção e combate já é feito em parceria com as Forças Armadas e a Polícia Rodoviária Federal.

Na quinta-feira, o ministro da Saúde informou que o vírus influenza H1N1 circula no Brasil. A circulação foi constatada após a confirmação da primeira "transmissão sustentada", ou seja, um paciente que não teve contato com pessoas contaminadas contraiu a doença. O Brasil já tem 11 mortes confirmadas por gripe suína.
O ministro informou que todas as estratégias de controle da doença foram tomadas há três semanas e que a rede de hospitais está integrada para monitorar todos os casos. Temporão lembrou que sete países estão em situação de transmissão sustentada da gripe suína: Estados Unidos, México, Canadá, Argentina, Chile, Austrália e Reino Unido.

Fonte:www.onacional.com.br

   
O Portal ClicSoledade não se responsabiliza pelo uso indevido dos comentários para quaisquer que sejam os fins, feito por qualquer usuário, sendo de inteira responsabilidade desse as eventuais lesões a direito próprio ou de terceiros, causadas ou não por este uso inadequado.

Publicidade