Seminário dos Objetivos de Desenvolvimento do Milênio foi realizado em Soledade

Evento foi realizado no Campus da UPF em Soledade

Por Redação em 24/09/2013

   

(Foto: Mariana Teixeira / Divulgação)
Seminário dos Objetivos de Desenvolvimento do Milênio foi realizado em Soledade

Na tarde desta segunda-feira, 23/09, foi realizado no auditório da UPF em Soledade, o Seminário dos Objetivos de Desenvolvimento do Milênio - ODM. O evento organizado pela Secretaria Geral da Presidência da República, Movimento Nacional pela Cidadania e Solidariedade, UPF, COMAJA, AMASBI, AMAJA e Coredes do Alto da Serra do Botucaraí e do Alto Jacuí.

O seminário tratou do 5º Prêmio ODM Brasil, que incentiva ações de políticas públicas nos municípios do País. Estavam presentes no evento prefeitos, vice-prefeitos, secretários, vereadores e lideranças de entidades do Alto da Serra do Botucaraí e também Alto Jacuí. Do Município de Soledade estavam o vice-prefeito e secretário da Agricultura Roberto Coletti, o chefe de Gabinete Alisson Ferronato dos Santos, o secretário da Assistência Social e Habitação Lúcio Eugênio Bueno Dias, o secretário da Saúde Nélvio Tonatto e os vereadores David Líbero Guller, João Francisco e Miguel Adones e ainda Dalceu Fernandes.

O Prefeito de Soledade, Paulo Ricardo Cattaneo abriu os trabalhos da mesa composta pelas autoridades, sentindo-se, em nome do povo de Soledade, lisonjeado em sediar este evento de alta relevância para os municípios, que com a projeção e a implantação de políticas públicas, dos quais os 8 Objetivos do Milênio apresentados resumem-se nas necessidades primordiais, o desenvolvimento social poderá ser proporcionado para as comunidades de forma ampla e integrada.

José Claudenor Vermohlen, assessor da Secretaria Nacional de Relações Político-Sociais- SNRPS, representando o Governo Federal, destacou a importância da vivência plena da cidadania de que todos têm direito, visto que são os gestores que devem olhar por aqueles que não possuem condições, tanto sociais, econômicas ou culturais de mudar a sociedade.

Representando o Governo do Estado do Rio Grande do Sul, da Secretaria de Planejamento, Gestão e Participação Cidadã- SEPLAG, Maria da Glória Lopes Kopp, deixou claro sua alegria de estar dentro deste debate da municipalização dos ODMs nesta Região, que segundo ela, possui um histórico de desigualdades sociais e antagonicamente, de luta pela preservação do meio ambiente.

Falaram ainda, a vice-reitora de Extensão e Assuntos Comunitários, representando a UPF, Bernadete Maria Dalmolin, o secretário Executivo do Núcleo Estadual de ODM Daiçon Maciel da Silva, o presidente da Amasbi- Associação dos Municípios do Alto da Serra do Botucaraí- e Prefeito do Tio Hugo Verno Muller, o presidente do Comaja e representante da Amaja- Associação dos Municípios do Alto Jacuí- e também Prefeito de Tapera Irineu Orth e o presidente do Corede Botucaraí Idioney Vieira.

Durante a tarde os gestores e lideranças dialogaram sobre os temas propiciados pela ONU- Organização das Nações Unidas, que no ano de 2000, ao analisar os maiores problemas mundiais, estabeleceu 8 Objetivos do Milênio – ODM, que no Brasil são chamados de 8 Jeitos de Mudar o Mundo – que devem ser atingidos por todos os países até 2015. Estas metas, com o apoio de 191 nações são: 1- Acabar com a fome e a miséria; 2- Oferecer educação básica de qualidade para todos; 3- Promover a igualdade entre os sexos e a autonomia das mulheres; 4- Reduzir a mortalidade infantil; 5- Melhorar a saúde das gestantes; 6- Combater a Aids, a malária e outras doenças; 7- Garantir qualidade de vida e respeito ao meio ambiente; 8- Estabelecer parcerias para o desenvolvimento.

Devido a isso foi desenvolvido o Prêmio ODM Brasil, que incentiva ações, programas e projetos que contribuem efetivamente para o cumprimento dos ODMs. Este Prêmio foi proposto pelo Governo Federal e a coordenação Técnica é de responsabilidade do Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada e da Escola Nacional de Administração Pública. A finalidade é de incentivar e valorizar os governos e as ODMs aplicadas. O Prêmio contempla tanto as esferas de Governo Municipal quanto as Organizações em geral.

   
O Portal ClicSoledade não se responsabiliza pelo uso indevido dos comentários para quaisquer que sejam os fins, feito por qualquer usuário, sendo de inteira responsabilidade desse as eventuais lesões a direito próprio ou de terceiros, causadas ou não por este uso inadequado.

Publicidade