Manifestantes protestam contra retorno da cobrança de pedágio para veículo de Soledade

Ato foi realizado na tarde desta sexta-feira, 01/11, no Posto dos Eucaliptos e na Praça de Pedágio

Por Redação em 02/11/2013

   

(Foto: Mauricio Orsolin / ClicSoledade)
Manifestantes protestam contra retorno da cobrança de pedágio para veículo de Soledade

Inconformados com o retorno da cobrança de pedágio para veículos emplacados em Soledade e região, um grupo de manifestantes, realizaram um protesto na tarde desta sexta-feira (01).

Inicialmente os manifestantes se concentraram no pátio do Posto dos Eucaliptos, onde houve algumas manifestações. Logo em seguida, foi feita uma carreata até a praça de pedágio com retorno para o local de início da mobilização.

Um grupo de caminhoneiros, produtores rurais e algumas lideranças não concordaram em apenas realizar a carreata, estacionando seus veículos e se dirigindo a pé até as cancelas, onde realizaram o fechamento das mesmas.

O fechamento aconteceu por um período muito curto, porque houve a intervenção da Polícia Rodoviária Federal, que negociou a saída do grupo de manifestantes. Durante o ato, o trânsito ficou lento na BR 386, ocasionando congestionamento em ambos os sentidos da rodovia.

Os manifestantes, após o ato, prometeram voltar em outra oportunidade e em maior número de pessoas.

Entenda o retorno da cobrança para os veículos de Soledade

Segundo decisão do Tribunal de Justiça do Rio Grande do Sul (TJRS), foi retomada a cobrança na praça de pedágio de Soledade para veículos emplacados no município. O retorno do pagamento da tarifa ocorreu a partir da meia-noite de quinta para sexta-feira (1°/11).

O TJRS deu provimento ao recurso da Concessionária de Rodovias do Planalto S/A (Coviplan) contra a decisão que havia determinado a “imediata proibição de cobrança de tarifa na praça de pedágio de Soledade aos veículos emplacados naquela cidade e aos trabalhadores que comprovadamente se utilizem da via tarifada para o exercício de trabalho digno em Soledade ou cidades vizinhas”, proferida nos autos da ação civil pública proposta pelo Ministério Público.

Segundo informações do TJRS, o trânsito em julgado do processo ocorreu em setembro, porém, a Coviplan somente pode retomar a cobrança a partir da meia noite desta sexta-feira na praça de pedágio localizada no km 248 da BR 386.

O Ministério Público havia ingressado com ação civil pública pedindo que não fosse cobrado pedágio dos veículos emplacados em Soledade após o bloqueio do desvio próximo à BR 386. Um dos argumentos para o bloqueio era de que a via, além do fluxo normal, também estaria sendo utilizada como rota de fuga do pedágio.

Segundo relatório de fluxo de veículos nas praças da Coviplan, conforme disponível no site da concessionária, a praça de Soledade é que a totaliza o maior número de veículos isentos de pagamento. Conforme relatório da terça-feira (29), 1.078 veículos passaram pela praça de Soledade isentos do pagamento.

O número é maior do que nas outras três praças do polo de Carazinho. No mesmo dia, 352 veículos passaram pela praça de Passo Fundo isentos do pagamento. Na praça de Sarandi foram 258 e na praça de Panambi foram 157. Um total de 24.019 veículos passaram pelo polo de Carazinho na terça-feira (29), sendo que 7.926 foram na praça de Soledade, a mais movimentada do polo.

Informações da Rádio Soledade e Jornal Diário da Manhã

   
O Portal ClicSoledade não se responsabiliza pelo uso indevido dos comentários para quaisquer que sejam os fins, feito por qualquer usuário, sendo de inteira responsabilidade desse as eventuais lesões a direito próprio ou de terceiros, causadas ou não por este uso inadequado.

Publicidade