Pelo menos quatro pessoas morrem após queda de ônibus em Passo Fundo

Veículo de Nova Prata retornava do Paraguai

Por Zero Hora em 03/11/2013

   

(Foto: Fernanda da Costa / ClicRBS)
Pelo menos quatro pessoas morrem após queda de ônibus em Passo Fundo

Um ônibus que retornava do Paraguai com destino a Nova Prata, na Serra, caiu de uma ponte na ERS-135, na Perimetral Leste, entre o Trevo do Ricci e a BR 285, em Passo Fundo, no norte do Estado. Segundo informações da Brigada Militar, pelo menos quatro pessoas morreram - dois homens e duas mulheres - e pelo menos 32 ficaram feridas.

O veículo, com placas de Nova Prata, teria caído de um barranco, no km 3, que tem entre 25 e 30 metros. O acidente ocorreu por volta das 8h deste domingo, 03/11. Um motorista que passava pelo local avistou a cena e avisou à polícia.

Várias ambulâncias se deslocaram para o local para atender os feridos. Há informações de que foi solicitado apoio dos municípios de Coxilha, Casca e Erechim. Ambulâncias do Samu de Carazinho, Passo Fundo, Marau, Soledade e Tapejara prestaram socorro, além de bombeiros de Passo fundo e Marau. Por se tratar de um local de difícil acesso, integrantes de um grupo de jipeiros teriam auxiliado na retirada dos feridos.

As vítimas foram levadas para o Hospital São Vicente de Paulo e Hospital da Cidade, ambos em Passo Fundo. Até as 10h30min, 28 pessoas haviam dado entrada no primeiro - dois deles estão em estado grave. Na segunda instituição, 10 feridos foram registrados, todas mulheres.

Informações preliminares dão conta de que o motorista teria se perdido em uma curva, capotado e descido o barranco. O sargento Inédio Piccini, do Comando Rodoviário da Brigada Militar (CRBM) de Passo Fundo, disse que a curva em que o coletivo capotou é muito aberta e perigosa. “É muito comum veículos grandes não conseguirem vencê-la. Este é um ponto também que não tem acostamento, o que dificulta ainda mais a situação. Uma barreira de proteção havia sido colocada, mas foi quebrada devido à queda de um caminhão de combustível no mesmo local há poucos dias”, afirmou.

O teto do veículo foi deslocado com a força da capotagem. Os proprietários da empresa Turis Prata informaram que devem comparecer ao local para buscar as mercadorias compradas pelos clientes no Paraguai. Ainda na manhã deste domingo, a empresa divulgou a lista com os nomes de 36 passageiros e dois motoristas do coletivo.

A empresa informou que houve uma parada do ônibus em Passo Fundo e ainda não se sabe se houve, ali, alterações no número de passageiros. A assistente do coletivo, Maria Jurema Borges Vieira, seria a responsável pelo embarque e desembarque dos passageiros e teria a lista completa. Ela morreu no acidente. Também foram confirmados, segundo a empresa, os óbitos de João Neves Paim e Bruno Farina.

Veja os nomes divulgados pela empresa

Ana C. Orlando
Andre Giareta
Andreia Zardo - Hospital da Cidade
Angeli Coser
Bruno P. C. Farina - Óbito
Claudia M. Timbola
Erceli R. B. da Silva
Eveline Z. Giareta
Fabiane Moterle
Franciele Garda - Hospital da Cidade
Franciele Zanon - Hospital da Cidade
Gabriela B. Vieira
Gilmara Rigon
Gragari Ribeiro
Iara S. Machado - Hospital da Cidade
Joao N. Paim - Óbito
Katia Farina
Lais Bressiani
Maria da C. dos S. Ribeiro
Maristela Duz
Marlova Dartora - Passa por cirurgia no Hospital da Cidade
Marta Vieira
Ortenila S. Machado - Hospital da Cidade
Paulo H. da Silva
Rafaela S. Vargas
Rafela S. da Silva
Samuel Longhi
Tatiana M. Loch - passa por cirurgia no Hospital da Cidade
Tatiane F. Ribeiro - Hospital da Cidade
Wagner W. Bernardi
Valeria K. Mezaroba
Zaida de F. Souza
Sergio Bissani
Sidnei Mioranza
Maria Jurema Borges Vierira - Óbito
Rubia Segalim _ Hospital da Cidade

Motoristas

Vagner Barrea
Fernando Cappellari

Fotos: Diogo Zanata / Zero Hora



   
O Portal ClicSoledade não se responsabiliza pelo uso indevido dos comentários para quaisquer que sejam os fins, feito por qualquer usuário, sendo de inteira responsabilidade desse as eventuais lesões a direito próprio ou de terceiros, causadas ou não por este uso inadequado.

Publicidade