Risco de vendaval aumenta no oeste, centro, leste e noroeste gaúcho

Cptec/Inpe emitiu aviso meteorológico válido para o estado gaúcho

Por De Olho No Tempo Meteorologia em 15/11/2013

   

(Foto: Reprodução/Decea/Redemet/Cptec/Inpe)
Risco de vendaval aumenta no oeste, centro, leste e noroeste gaúcho

O deslocamento de uma linha de instabilidade, com vários focos de tempestades alinhadas, provoca chuva e principalmente vento forte na tarde desta sexta-feira (15) sobre parte do Rio Grande do Sul.

Estações meteorológicas automáticas operadas pelo Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet) registraram nas últimas horas, rajada máxima de vento de 54,7 km/h em Santana do Livramento, 55,8 km/h em Dom Pedrito, 58,6 km/h em São Gabriel, 59,4 km/h em Uruguaiana, 66,2 km/h em, Santiago e 66,9 km/h em Bagé.

A imagem integrada dos radares meteorológicos operados pelo Departamento de Controle do Espaço Aéreo (Decea) da Rede de Meteorologia do Comando da Aeronáutica (Redemet) nos municípios de Canguçu e Santiago mostrou às 13h21min, refletividade mais aguçada entre La Cruz e Alvear (Argentina) e Itaqui, Maçambara, Alegrete, Manoel Viana, Cacequi, Rosário do Sul, São Gabriel, Lavras do Sul, Piratini e Cerrito.

O deslocamento da linha de instabilidade para norte pode induzir à ocorrência de vendavais nas próximas horas em áreas de Rio Grande, Pelotas, Canguçu, Santana da Boa Vista, Encruzilhada do Sul, Caçapava do Sul, São Sepé, Santa Maria, São Pedro do Sul, Santiago, São Miguel das Missões, São Luiz Gonzaga, São Borja e Santo Ângelo.

O Centro de Previsão de Tempo e Estudos Climáticos do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (Cptec/Inpe) emitiu aviso meteorológico válido para o estado gaúcho. Segundo nota emitida, nesta sexta-feira (15/11) ocorrerão temporais com alto poder destrutivo no setor oeste e sul do RS, principalmente nas microrregiões do Vale do Uruguai, Campanha, Serra do Sudeste e porção sul do litoral.

No final do período, os temporais poderão ocorrer nas microrregiões de Porto Alegre e Depressão Central, Serra do Nordeste, porção sul do Planalto e Missões. Vale ressaltar que há risco de acumulado de chuva significativo entre o oeste e noroeste do RS.

   
O Portal ClicSoledade não se responsabiliza pelo uso indevido dos comentários para quaisquer que sejam os fins, feito por qualquer usuário, sendo de inteira responsabilidade desse as eventuais lesões a direito próprio ou de terceiros, causadas ou não por este uso inadequado.

Publicidade