Deflagrada Operação Baobá contra direcionamento de licitações em Arvorezinha

Contratos envolvendo desde a compra de combustíveis até o transporte de pacientes teriam sido efetivados pela prefeitura de Arvorezinha

Por Zero Hora em 14/04/2014

   

(Foto: Divulgação / MP)
Deflagrada Operação Baobá contra direcionamento de licitações em Arvorezinha

Após receber denúncias de direcionamento de contratos públicos a apoiadores da prefeitura de Arvorezinha no fim do ano passado, o Ministério Público deflagrou, nesta segunda-feira, a Operação Baobá.

Com envolvimento de 40 agentes e quatro promotores, estão sendo cumpridos nove mandados de busca e apreensão no município do Vale do Taquari, além de Lajeado, Santa Cruz do Sul e Passo Fundo. Ninguém foi preso.

Entre os locais vasculhados estão a prefeitura de Arvorezinha, as casas do prefeito, Luizinho Fontana (PSDB) e do vice-prefeito, Beto Fachinetto (PP), além de empresas localizadas nos diferentes municípios. Entre os objetos apreendidos estão documentos e computadores.

— Não se está afirmando ainda que houve fraude, mas há fortes indícios, tanto é que o judiciário autorizou as buscas. O próximo passo é fazer uma análise minuciosa do material apreendido — afirmou o promotor de Arvorezinha, Paulo Estevam Araújo.

São investigados gastos públicos superiores a R$ 2,2 milhões envolvendo contratos de compra de combustíveis, veículos, máquinas, materiais de construção e um terreno, além dos serviços de transporte de pacientes, de transporte escolar e de assessorias.

Participam da Operação a Promotoria de Prefeitos, a promotoria de Justiça de Arvorezinha, o Grupo de Atuação Especial Contra o Crime Organizado (Gaeco) e o Tribunal de Contas do Estado (TCE/RS).

O NOME DA OPERAÇÃO

Baobá é uma árvore de grande porte, que pode atingir 30 metros de altura, originária da África e da Ilha de Madagascar. Em contraste com o nome do município-alvo da operação, Arvorezinha, o MP escolheu o nome para expressar o fato de que o suposto direcionamento de contratos estaria se expandido, como as raízes de uma árvore, para outros municípios.

   
O Portal ClicSoledade não se responsabiliza pelo uso indevido dos comentários para quaisquer que sejam os fins, feito por qualquer usuário, sendo de inteira responsabilidade desse as eventuais lesões a direito próprio ou de terceiros, causadas ou não por este uso inadequado.

Publicidade