Caso de Latrocínio é esclarecido

Assassinato de Glênio Costa

Por Redação em 20/04/2009

   

sim. (Foto: Igor Binotto - ClicSoledade)
Caso de Latrocínio é esclarecido

Com uma Reconstituição pericial ocorrida ontem em Soledade, a Policia Civil encaminhou a Justiça o inquérito do roubo seguido de Morte que vitimou o aposentado da Emater Glênio Costa no ultimo dia 22 de fevereiro, na rua Vacaria, saída para o Mormaço.

Desde do inicio do inquérito a Policia Civil de Soledade e seu setor de investigação, acreditavam se tratar de um meliante do Bando que andava a terrorizando soledade e região e com isso começou uma investigação minuciosa, onde o sigilo telefônico da vitima foi quebrado um vez que seu telefone celular que havia sido roubado no dia, estava funcionando. Com a prisão parcial do Bando de Lico, Tonhão e Marcelo Ritter, a investigação arrecadou mais provas ao caso, com a prisão de Roubeval Silva do Santos, que tinha em seu poder uma Lanterna reconhecida pela família da vitima, a investigção aproximava-se da verdade, questionado em seu primeiro depoimento Roberval negou os fatos e a autoria do crime. Após a DP Local Receber as informações do Sigilo telefônico, onde constavam ligações do celular da vitima para o numero da esposa de um dos preso e para o Mato Grosso do Sul, onde, supostamente, reside o irmão de Roberval, o mesmo foi chamado para mais um depoimento e mediante as provas apresentadas pelo Delegado Sander Ribas Cajal Confessou a autoria do Crime, contou detalhes, alem de afirma que estava sozinho do dia do assalto que vitimou Glênio Costa. Com essas as essas informações e o depoimento do Latrocida, o delegado Cajal solicitou uma reconstituição do crime visando esclarecer se Rouberval estava mesmo sozinho no dia do assalto e a possível localização da Arma usada.

A reconstituição aconteceu ontem na fazendo da família Costa que estava no local e com Roberval, que mostrou as peritos como tudo aconteceu, o momento do disparo, como se livrou da arma, e como tentou socorrer a vitima.

Após o Termino da Reconstituição o delegado Sander Ribas Cajal concedeu entrevista coletiva a impressa onde afirmou e ressaltou o trabalho ardo do setor de investigação para conclusão do inquérito “ trabalhamos muito, desde o inicio, foi um trabalho de empenho e resultado, visto que em menos de dois meses após o fato, conseguimos prender o assaltante e elucidar o caso” Cajal concluiu ainda que mesmo sem o resultado final da reconstituição, o ato, ajudou para a conclusão do inquérito que será entregue a justiça na próxima semana aguardando apenas o laudo da perícia “ mesmo o laudo sendo entregue apos o inquérito a justiça, ele terá validade e será juntado a processo, vamos indiciar Roberval no artigo 175 parágrafo 3° - Roubo Seguido de morte com pena de 20 a 30 de reclusão, e pedir sua prisão preventiva até o julgamento, mesmo ele recolhido ao presido local de Soledade onde já cumpre pena por outros delitos.” Concluiu o Delegado Cajal.

FOLHA DE SOLEDADE

   
O Portal ClicSoledade não se responsabiliza pelo uso indevido dos comentários para quaisquer que sejam os fins, feito por qualquer usuário, sendo de inteira responsabilidade desse as eventuais lesões a direito próprio ou de terceiros, causadas ou não por este uso inadequado.

Publicidade