Rodovias RSCs 287 e 153 e ERS 409 são liberadas após protesto

Manifestantes pediram a liberação da RSC-153, bloqueada há 20 dias por causa de deslizamento

Por Zero Hora em 18/07/2014

   

(Foto: Marília Gehrke / Gazeta do Sul )
Rodovias RSCs 287 e 153 e ERS 409 são liberadas após protesto

Moradores bloquearam por cerca de três horas a RSC-287, a RSC-153 e a ERS-409, todas em Vera Cruz, no Vale do Rio Pardo, na manhã desta sexta-feira. De acordo com o Comando Rodoviário da Brigada Militar (CRBM), o protesto com queima de pneus teve como objetivo pressionar pela liberação da RSC-153. A rodovia está interrompida há 20 dias, em Vale do Sol, por causa de um deslizamento de terra, e não tem previsão de liberação.

Ainda segundo o CRBM, o bloqueio começou por volta das 8h na RSC-287, na altura do km 116, próximo ao viaduto que dá acesso à RSC-153. Como os motoristas começaram a usar a ERS-409 como desvio, os protestantes bloquearam a terceira estrada também. Houve congestionamento na região.

Conforme, o Departamento Autônomo de Estradas de Rodagem (Daer), um estudo topográfico feito por geotécnicos identificou que ainda há riscos de novos desmoronamentos de terra no trecho interditado — que vai do km 300 ao km 311 —, por isso não existe previsão de liberar a rodovia.

Em nota, o órgão disse que a prioridade é a construção de um desvio e que as obras devem iniciar até o final deste mês. O trajeto terá aproximadamente 400 metros de extensão e será construído em um aterro provisório, na lateral do trecho interditado.

Como a RSC-153 está incluída entre as 15 rodovias em situação de emergência devido a deslizamentos e inundações, a escolha da empreiteira dispensará licitação.

Paralelamente à construção do desvio, o Daer continuará atuando para a desinterdição total da RSC-153. Novos estudos geotécnicos serão realizados para identificar a melhor forma de conter de forma definitiva os deslizamentos e remover o material acumulado sobre o asfalto.

   
O Portal ClicSoledade não se responsabiliza pelo uso indevido dos comentários para quaisquer que sejam os fins, feito por qualquer usuário, sendo de inteira responsabilidade desse as eventuais lesões a direito próprio ou de terceiros, causadas ou não por este uso inadequado.

Publicidade