Obra de desvio na RSC-153 deve começar até fim de julho

O estudo topográfico identificou que ainda há riscos de novos deslizamentos de terra no trecho interditado

Por Portal GAZ em 19/07/2014

   

(Foto: Bruno Pedry / Portal GAZ)
Obra de desvio na RSC-153 deve começar até fim de julho

O Departamento Autônomo de Estradas de Rodagem (Daer) anunciou que a construção do desvio na RSC-153, em Vale do Sol, no Vale do Rio Pardo, deverá iniciar até o final do mês. A rodovia está interditada desde o dia 28 de junho por causa de um deslizamento de terra. O grande volume de rochas e solo acumulado sobre a pista interrompeu o tráfego de veículos entre os kms 300 e 311.

O estudo topográfico feito por geotécnicos da autarquia e da empresa Incorp - contratada para o serviço de consultoria - identificou que ainda há riscos de novos deslizamentos de terra no trecho interditado. Com o laudo concluído e o local mapeado, a Incorp deu início à elaboração do projeto para um desvio no local. "Se nós nos preocuparmos em conter as encostas para dar tráfego em segurança aos usuários, nós vamos levar muito tempo", explica o diretor de Gestão e Projetos do Daer, Miguel Molina. "Nossa prioridade, no momento, é construir esse desvio para que as pessoas tenham as condições mínimas de circular pelo trecho."

A previsão é de que o Daer receba o projeto do desvio no começo da próxima semana. Em seguida, a autarquia definirá, entre três propostas, a empresa responsável pela obra e dará a ordem de início dos trabalhos imediatamente. Como a RSC-153 está incluída entre as 15 rodovias em situação de emergência devido a deslizamentos e inundações, a escolha da empreiteira dispensará licitação.

O trajeto terá aproximadamente 400 metros de extensão e será construído em um aterro provisório, na lateral do trecho interditado. Segundo Molina, a pista terá revestimento primário para garantir a durabilidade. "Optamos por cascalho, pois é o tipo de material que se adapta melhor caso haja alguma movimentação no solo. Se usássemos asfalto, certamente ele trincaria e pegaria umidade", salienta. O desvio terá pista única e tráfego controlado por um semáforo. A circulação estará liberada tanto para veículos leves como para caminhões.

Paralelamente à construção do desvio, o Daer continuará atuando para a desinterdição total da RSC-153. Novos estudos geotécnicos serão realizados para identificar a melhor forma de conter de forma definitiva os deslizamentos e remover o material acumulado sobre o asfalto.

   
O Portal ClicSoledade não se responsabiliza pelo uso indevido dos comentários para quaisquer que sejam os fins, feito por qualquer usuário, sendo de inteira responsabilidade desse as eventuais lesões a direito próprio ou de terceiros, causadas ou não por este uso inadequado.

Publicidade